Terça-feira, 17 de Maio de 2022

Home Flávio Pereira Luciano Hang, dono da Havan, ainda não decidiu se concorrerá ao Senado

Compartilhe esta notícia:

O empresário Luciano Hang, dono da Rede Havan e apoiador de primeira hora do presidente Jair Bolsonaro, ainda não definiu se aceitará a candidatura ao Senado por Santa Catarina. Ele esteve conversando com o presidente do PTB catarinense em Santa Catarina, o deputado Kennedy Nunes que ofereceu a legenda ao empresário, mas que está pronto para concorrer ao Senado caso o Hang não confirme a candidatura. A decisão de Luciano Hang será anunciada no último prazo.

Dados sonegados pela oposição na mídia

Luciano Hang comenta e avalia muitas informações,que são sonegadas diariamente pela mídia, interessada em enfraquecer o governo e o presidente Jair Bolsonaro. Alguns exemplos trazidos pelo dono da Havan:

“Dados divulgado pelo IBGE, mostram que o Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil encerrou o ano de 2021 com crescimento de 4,6%, o acumulado de 2020/2021 ficou em 0,6%, superando seis países-membros do G7, que reúne as principais economias do mundo. O resultado que tivemos está diretamente ligado a recuperação dos setores de serviços e indústria. Com certeza tem relação com a reabertura do comércio, medidas de ajuda às empresas durante a pandemia por parte do Governo Federal e geração de empregos que fomentaram a economia.

Vejo hoje os empresários mais preocupados com o futuro do Brasil do que com sua própria empresa. Lembre-se: não existe investimentos sem a confiança que o Brasil continuará no rumo certo sem ideologias comunistas.”

Bolsonaro: Brasil terá “um sério problema” nos próximos dias

O presidente da República, Jair Messias Bolsonaro (PL), na conversa com apoiadores na saída do Palácio da Alvorada fez um alerta, sem dar maiores detalhes:

Advertiu para um “sério problema” que o Brasil deverá enfrentar nos próximos dias.

TJ reitera que cassação do deputado é matéria “interna corporis” do Legislativo

O deputado estadual Ruy Irigaray, que tenta reverter a iminente cassação do seu mandato pelo plenário do Legislativo, sofreu a terceira derrota. Desta vez no mandado de segurança que impetrou tentando impedir que seu processo seja votado pelo plenário do Poder Legislativo. O desembargador Armínio José Abreu Lima da Rosa, do Tribunal de Justiça, ao negar liminar em mandado de segurança ajuizado pela defesa do deputado para anular atos do processo disciplinar na subcomissão processante, na Comissão de Ética e na Comissão de Constituição e Justiça, deixou claro que a questão é “interna corporis”, e cabe ao legislativo resolvê-la:

“Nesse contexto, é defeso ao Poder Judiciário adentrar no exame do mérito do processo administrativo, sob pena de invadir esfera de atuação que não é de sua competência”.

Vídeo com orgia volta a perturbar João Doria

Um vídeo íntimo, de uma orgia com a participação de João Doria, promete trazer mais dor de cabeça para o agora pré-candidato à Presidência da República. Doria sempre afirmou que o vídeo foi adulterado, porém, um laudo do núcleo de criminalística da superintendência da Polícia Federal em São Paulo concluiu que não há sinais de adulteração no vídeo íntimo atribuído ao governador João Doria (PSDB) nas eleições de 2018. O governador nega a autenticidade de gravação. O que diz o laudo:

“O perito analisou a direção da iluminação, disposição de personagens e objetos e suas relações na imagem, assim como a continuidade do sinal de áudio, não encontrando sinais de adulteração nas imagens examinadas”.

Tropelias no Bloco brasileiro da UPM

As tropelias do deputado estadual catarinense Ivan Naatz (PL) que se mantém irregularmente à frente do Bloco Brasileiro da UPM – União de Parlamentares Sul Americanos e do Mercosul, entidade que coordena as atividades de deputados estaduais brasileiros em assuntos que dizem respeito ao Mercado Comum do Cone Sul, poderão causar o esvaziamento do órgão. Diversos estados mantenedores da UPM já anunciam disposição de desligamento, e adesão a uma nova entidade que siga a orientação original da União Parlamentar do Mercosul, que congrega representantes da Argentina, Brasil, Chile, Paraguai e Uruguai.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Flávio Pereira

Governo Federal descapitaliza e enfraquece o crime organizado
Em Brasília, Mônica Leal encaminha temas de interesse do Estado
Deixe seu comentário
Pode te interessar
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Atualidades Pampa