Domingo, 14 de Julho de 2024

Home Rio Grande do Sul Maior produtor de uvas e vinhos do País, o Rio Grande do Sul tem cerca de 15 mil famílias trabalhando no cultivo da fruta

Compartilhe esta notícia:

Maior produtor de uvas e vinhos do País, o Rio Grande do Sul tem cerca de 15 mil famílias trabalhando no cultivo da fruta em um total de cerca de 47 mil hectares. O Estado também abriga atualmente 539 vinícolas. Para celebrar a atividade, a cidade de Bento Gonçalves (Serra Gaúcha) sediou nesta semana a Abertura Oficial da Colheita da Uva de 2024.

O evento foi realizado pela prefeitura em parceria com a Secretaria da Agricultura, Pecuária, Produção Sustentável e Irrigação (Seapi), em paralelo à abertura do “Bento em Vindima”. Como local escolhido, a Vinícola Cainelli.

Representante do empreendimento, Roberto Cainelli Junior destacou que a vindima é um momento de grande relevância:

“Temos no Estado uma vitivinicultura heroica porque nosso trabalho manual se assemelha ao heroísmo. É momento de estender todo esse heroísmo da vitivinicultura pelos próximos meses e tornar isso em vinho que é tão reconhecido mundo afora”.

Titular da Seapi, Giovani Feltes ressaltou que a força, o trabalho e a fé construíram uma região que ajuda a contar a história do Rio Grande do Sul e que é algo a ser seguido por outras regiões:

“Estar aqui hoje é momento de regozijo e alegria. Cada homem e mulher aqui presente ajudaram a construir essa realidade. A resiliência, a efervescência e o trabalho de cada um aqui dessa região faz superar todas as dificuldades. Precisamos aplaudir quem labuta na atividade primária, principalmente na produção de uva, com a produção dos melhores vinhos, espumantes e sucos”.

A expectativa de produção para a safra 2023/2024, de acordo com dados da Seapi e da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater), é alcançar cerca de 719 mil toneladas da fruta.

O prefeito em exercício de Bento Gonçalves, Amarildo Locatteli, mencionou o fato de ter iniciado sua trajetória pessoal na zona rural, ajudando a família como agricultor. Disse, ainda, que isso torna aumenta a satisfação por participar da abertura da colheita da uva no Estado e da programação:

“A colheita da uva se torna um momento onde as pessoas que trabalham o ano inteiro para chegar agora e colher os frutos. Nós temos uma identidade na região graças a nossos produtores, que tanto trabalham, mas que também sofrem. Temos um potencial de turismo maravilhoso e que está crescendo cada vez mais, ligados ao vinho e à uva, que é fruto do trabalho deles”.

(Marcello Campos)

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Rio Grande do Sul

Prefeitura de Porto Alegre pede fiscalização urgente da CEEE Equatorial pela Agência Nacional de Energia Elétrica
Pagamento do IPTU via Pix gera economia de R$ 29,6 mil para a prefeitura de Porto Alegre
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa News