Quinta-feira, 02 de Dezembro de 2021

Home em foco Mais importante compositor erudito da Finlândia é tema de concerto da Ospa neste sábado

Compartilhe esta notícia:

Considerado o maior compositor erudito da Finlândia, Jean Sibelius (1865-1957) terá composições interpretadas a partir das 17h deste sábado (16) pela Orquestra Sinfônica de Porto Alegre (Ospa). Os ingressos já se esgotaram, mas é possível acompanhar o espetáculo ao vivo e de forma gratuita, nas redes sociais da instituição ou em seu canal no site de vídeos Youtube.com.

A regência é da convidada Érica Hindrikson, titular da Orquestra Sinfônica Jovem Municipal de São Paulo. Ela tem se aprofundado no estudo do repertório de Sibelius e compartilhará com o público duas peças raramente executadas no Brasil: “Improviso para Orquestra de Cordas” e “Suite Karelia”, além de “Finlândia”, criado em 1899 e que reflete o impacto da dominação imperial russa no país.

“Gosto muito deste compositor, que, à exceção das sinfonias de números 1, 2 e 5, ainda é pouco tocado no Brasil”, ressalta a maestra. “Ele fez muito sucesso no Leste Europeu, Inglaterra, Alemanha e Estados Unidos, mas não tanto por aqui”.

Érica já conduziu a “Suíte Karelia” com Orquestra Sinfônica de Piracicaba (OSP) e menciona a combinação de profundidade e leveza: “Escolhi peças que soam agradáveis e proporcionam uma sensação de alegria. Depois de tudo que passamos nos últimos meses, é importante que o público saia renovado do concerto”.

Outros compositores

Érica Hindrikson dividirá o palco com o violonista gaúcho e professor da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) Daniel Wolff, mostrando duas obras por ele transcritas para o instrumento:

– “Romance em Sol Maior”, de Ludwig Van Beethoven (1770-1827) e que aparece pela primeira vez ao vivo, apesar de já disponível em plataformas digitais.

– “Reflections”, de Gaudêncio Thiago de Mello (1933-2013) e que já foi executada pela própria Ospa há quase 30 anos, além de constar no disco “Concerto à Brasileira”, de Wolf, indicado em três categorias na edição de 2001 do prêmio Grammy.

Trajetórias

– Érica Hindrikson

Bacharel em regência pela Unesp, teve como principal mentor o maestro Eleazar de Carvalho. Foi vencedora do 1º concurso de regência da Orquestra Sinfônica do Chile (1997), regente assistente da Banda Sinfônica do Estado de São Paulo e do Coro Lírico do TMSP.

Atuou como maestra convidada na Orquestra Sinfônica Municipal de São Paulo, Orquestra Sinfônica do Chile, OER, Orquestra Sinfônica da USP, Orquestra Sinfônica Nacional da UFF, Camerata Antiqua de Curitiba, Orquestra Sinfônica de Piracicaba, dentre outras. Desde 2012 é regente titular da Orquestra Sinfônica Jovem Municipal de São Paulo.

– Daniel Wolff

Professor titular da UFRGS, Daniel Wolff é formado pela Escuela Universitária de Música (Uruguai) e Mestre e Doutor pela Manhattan School of Music (Estados Unidos). Foi professor-visitante da Universidade de Arte de Berlim (Alemanha) e ministrou cursos em universidades e festivais de música de mais de dez países.

Vencedor de concursos nacionais e internacionais de violão, sua carreira inclui centenas de apresentações na América do Sul, Estados Unidos e Europa. Como compositor e arranjador, teve obras gravadas nas Américas e Europa, o que lhe rendeu um Grammy e diversos prêmios Açorianos. Tem 12 discos lançados, inclusive no Exterior.

(Marcello Campos)

 

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de em foco

Quem já teve covid-19 precisa sim se vacinar, alertam especialistas
Comitê dos Estados Unidos recomenda dose de reforço da vacina da Janssen: imunizante da Johnson & Johnson era inicialmente prescrito como de dose única
Deixe seu comentário
Pode te interessar
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa Na Madrugada