Quarta-feira, 08 de Dezembro de 2021

Home Brasil Marília Mendonça e demais vítimas de queda de avião morreram de politraumatismo, aponta legista

Compartilhe esta notícia:

O médico legista do Posto Médico Legal de Caratinga (MG), Pedro Coelho, disse que a provável causa da morte de Marília Mendonça e outras quatro pessoas é politraumatismo contuso, após o avião em que eles estavam cair na sexta-feira (05).

Isso quer dizer que foram detectadas várias lesões em órgãos vitais das vítimas, o que indica que as mortes podem ter ocorrido de forma instantânea. Porém, segundo o médico legista, ainda é preciso aguardar o resultado de exames complementares — toxicológico e alcoolemia — para emitir o laudo definitivo.

O documento deve sair em até 20 dias, quando informará à Polícia Civil e ao Instituto Médico Legal em Belo Horizonte, onde estão sendo feitas análises neurológicas e cardíacas do piloto, Geraldo Medeiros, e do copiloto, Tarciso Pessoa Viana.

De acordo com o legista, esses tipos de exames são comuns em mortes por causa violenta, como foi o caso das cinco vítimas. “É preciso descartar ou confirmar, por exemplo, se o piloto ou copiloto passaram mal durante o voo, se tiveram ou não um mal súbito”, explicou.

O que é politraumatismo?

Politraumatismo é qualquer tipo de situação onde exista lesão grave de, pelo menos, dois órgãos ou duas partes distintas do corpo causadas por forças externas de natureza física (choque) ou química (queimadura).

Os politraumatismos podem incluir lesões cerebrais, fratura de ossos, lesões na coluna, hemorragias, perda de membros (amputações), queimaduras extensas, cegueira, perda auditiva e múltiplas fraturas ósseas.

A gravidade das lesões está relacionada com a energia desprendida no momento da colisão — por isso acidentes aéreos costumam ser muito graves ou fatais, pela alta velocidade. Mas isso inclui outros desastres: acidentes de trânsito representam a principal causa de de politraumatismo na população devido ao excesso de velocidade e distração com o uso do celular ao dirigir.

Morte da cantora

Marília Mendonça viajava para Caratinga, onde faria um show na noite de sexta-feira (05). Antes de embarcar, ela fez uma postagem nas redes sociais relatando que estava a caminho da cidade.

O avião bimotor de pequeno porte que transportava a cantora e mais quatro pessoas caiu em uma cachoeira na tarde de sexta-feira. Todas os cinco ocupantes morreram no acidente, que está sendo investigado pela Cenipa.

O corpo de Marília e do tio e assessor dela foram encaminhados para Goiânia na manhã de sábado. O velório dos dois foi aberto ao público, cerca de 100 mil pessoas passaram na despedida da artista. Já o enterro da cantora foi restrito para a família.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

Sistema de Avaliação da Educação Básica será aplicado de 16 de novembro a 10 de dezembro no Rio Grande do Sul
Estudo indica que o aquecimento global está alterando o tamanho de pássaros da Amazônia
Deixe seu comentário
Pode te interessar
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa Na Madrugada