Sábado, 18 de Maio de 2024

Home Copa do Mundo 22 Messi confirma despedida no Catar: “A final será meu último jogo em Copas do Mundo”

Compartilhe esta notícia:

Depois de uma atuação estelar contra a Croácia na semifinal, Messi voltou a afirmar que se despede do torneio na decisão do próximo domingo (18), no estádio Al Bayt.

“É muita felicidade poder conseguir isso, poder terminar minha trajetória em uma Copa do Mundo jogando minha última partida em uma final. A verdade é que é algo muito emocionante tudo o que eu vivi neste Mundial, tudo o que as pessoas viveram, como estão festejando na Argentina”, afirmou o craque.

Ante a pergunta sobre se esta seria sua última Copa do Mundo, Messi foi definitivo: “Sim, seguramente sim. São muitos anos até o próximo e não creio que dê para mim. E terminar desta maneira era o mais importante para mim”.

Messi tem 35 anos, terá 39 no Mundial de 2026, e está é sua quinta edição de Copa do Mundo. No Catar, o camisa o 10 argentino bateu o recorde de gols em Copas pela seleção argentina (11, superou Batistuta) e o número de jogos pela seleção (chegou a 25 e superou Maradona, que tinha 21). No domingo, vai chegar a 26 e ultrapassar o alemão Lothar Matthaus como o jogador que mais atuou em Copas.

“Tudo isso é lindo (os recordes), mas na final eu quero outra coisa. O mais importante é conseguir o objetivo do grupo. Estamos a um passo depois de lutar muito. E no domingo vamos lutar o máximo para tentar vencer”, disse Messi.

Questionado se nesta Copa do Mundo estava mais sofrendo ou mais desfrutando, Messi não teve dúvida: “Estou desfrutando. Faz algum tempo que eu venho desfrutando muito da seleção, depois de tudo o que passamos, conseguimos a Copa América, chegamos ao Mundial com 36 jogos invictos, e terminar tudo isso com uma final é incrível. Me deixa muito feliz ver como minha família está vivendo esta Copa do Mundo. É extraordinário”.

Elogios

Logo após garantir a classificação, com vitória por 2 a 0 sobre Marrocos, o técnico da França, Didier Deschamps, rasgou elogios ao adversário na decisão e apontou diferenças na Argentina e em seu principal jogador, Lionel Messi, em relação ao duelo de quatro anos atrás.

“Messi tem estado em forma cintilante durante o torneio. Quatro anos atrás foi diferente, é claro, ele jogou como um atacante central contra a gente, o que nos causou surpresa. Agora ele está jogando atrás do centroavante, está pegando muito na bola, correndo com ela e parece em grande forma, é claro que é um dos melhores jogadores do mundo.”

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Copa do Mundo 22

Mercadante quer Barbosa e Campello no BNDES; Lula convida Josué Gomes para ministério
Twitter suspende conta de jovem que monitorava voos de Elon Musk
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa News