Quarta-feira, 17 de Abril de 2024

Home em foco Ministérios do governo Lula: veja o que se sabe até agora

Compartilhe esta notícia:

O governador da Bahia e futuro ministro da Casa Civil, Rui Costa (PT), anunciou que o primeiro escalão do governo Lula será composto por 37 ministérios. A informação foi divulgada por Costa logo após uma reunião com o presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva, a presidente do PT, Gleisi Hoffmann (PR), e o futuro presidente do BNDES, Aloizio Mercadante.

A relação com os 37 ministérios que irão compor o governo ainda não foi divulgada, no entanto, o nome de algumas pastas que serão criadas já foi anunciado, assim como os titulares de seis ministérios.

Veja abaixo o que se sabe até o momento:

1. Quantos ministérios o futuro governo Lula terá? Segundo o governador da Bahia e futuro ministro da Casa Civil, , o primeiro escalão do governo Lula terá 37 ministérios. Neste sábado (17), Rui Costa (PT) disse também que entre as alterações que serão realizadas no formato atual dos ministérios estão:

– divisão do Ministério da Economia em quatro pastas (Fazenda; Planejamento; Gestão e Desenvolvimento; Indústria e Comércio);
– divisão do Ministério da Infraestrutura em duas pastas (Transportes; Portos e aeroportos);
– recriação dos ministérios da Pesca, das Cidades e o do Esporte.

O desenho da Esplanada de Ministérios de Lula será definido por meio de medida provisória a ser editada no começo de 2023.

2. Quantos ministérios existem no governo atual? Atualmente, no governo Jair Bolsonaro, o Executivo está dividido em 23 ministérios.

3. Em qual governo houve mais ministérios? O governo em que houve mais ministérios foi no segundo mandato de Dilma Rousseff, que teve 39 pastas.

4. A ampliação do número de ministérios implicará em aumento de gastos públicos? Segundo Rui Costa, não. O futuro ministro da Casa Civil disse que não serão criados cargos e, com isso, não haverá aumento dos gastos públicos.

“[…] ampliaremos os 23 ministérios existentes para 37, mantendo o mesmo volume de cargos. Com isso, melhoramos a representatividade dos diversos segmentos da sociedade por meio dos ministérios, sem implicar no aumento do gasto público”, escreveu Rui Costa em suas redes sociais.

Ministros anunciados

– Casa Civil: ministro Rui Costa (PT);
– Fazenda (desmembramento do Ministério da Economia): ministro Fernando Haddad (PT);
– Planejamento (desmembramento do Ministério da Economia): ministro(a) não divulgado;
– Gestão e Desenvolvimento (desmembramento do Ministério da Economia):
ministro(a) não divulgado;
– Indústria e Comércio (desmembramento do Ministério da Economia): ministro(a) não divulgado;
– Justiça e Segurança Pública: ministro Flávio Dino (PSB);
– Cidades: ministro(a) não divulgado;
– Cultura: ministra Margareth Menezes;
– Defesa: ministro José Múcio Monteiro;
– Esporte: ministro(a) não divulgado;
– Portos e Aeroportos (desmembramento do ministério da Infraestrutura): ministro(a) não divulgado;
– Transportes (desmembramento do ministério da Infraestrutura): ministro(a) não divulgado;
– Pesca: ministro(a) não divulgado;
– Povos Originários: ministro(a) não divulgado;
– Relações Exteriores: ministro Mauro Vieira.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de em foco

Proposta de juristas prevê que a divulgação de fake news e ataque às eleições podem ensejar impeachment
Com título da Argentina, essa é a primeira vez que a Copa do Mundo tem um Papa campeão
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Show de Notícias