Terça-feira, 16 de Abril de 2024

Home Copa do Mundo 22 Com título da Argentina, essa é a primeira vez que a Copa do Mundo tem um Papa campeão

Compartilhe esta notícia:

O meia argentino Papu Gomez teve a sua camisa abençoada pelo Papa Francisco na véspera da final da Copa do Mundo. E não é que deu sorte? A conquista da seleção de Messi nos pênaltis, após empate em 3 a 3 no tempo normal, também coroou pela primeira vez um Papa campeão do mundo.

O Papa Francisco, que acabara de completar 86 anos no sábado, véspera da decisão, é argentino e gosta de futebol, esporte que ele diz ser o mais belo do mundo. É torcedor fanático do San Lorenzo e em, diversas ocasiões, já citou o clube do coração.

A camisa de Papu Gomez foi levada por Giuseppe Riso, empresário do jogador, ao Pontífice, no Vaticano. O jogador, de 34 anos, não está no Catar. Mas está ligado ao time do Papa. Teve passagem pelo San Lorenzo na temporada 2009/2010, antes de ser negociado com o Catania. Atualmente ele joga no espanhol Sevilla.

Até hoje, os Papas ficaram só no quase. Os que mais chegaram perto do título de Copa do Mundo foram o alemão Joseph Aloisius Ratzinger, o Bento XVI, e o italiano Eugenio Maria Giuseppe Giovanni Pacelli, o Pio XII.

O alemão Bento XVI foi Papa de abril de 2005 a 28 de fevereiro de 2013. Deixou o pontificado antes de ver a Alemanha ser campeã mundial em 2014.

Já o Papa italiano Pio XII teve pontificado entre 1939 a 1958, justamente o período de jejum da seleção da Itália, que era bicampeã (1934,1938) e só foi vencer novamente em 1982 e 2006.

Promessa

O Papa Francisco disse em uma mensagem gravada antes da final da Copa entre Argentina e França que “o maior valor não é vencer, é jogar limpo”. As informações são do jornal La Nacion.

O pontífice, que não assistiu à nenhuma partida por conta de um promessa que fez em julho de 1990 à Virgen del Carmen de que não assistiria mais à televisão, disse que “todos parabenizam os vencedores. Que eles vivam humildemente. E aos que não ganham, vivam com alegria porque o maior valor não é ganhar ou não ganhar, é jogar limpo, jogar bem”.

Quem contava ao papa os resultados dos jogos da Argentina no Mundial eram os membros da Guarda Suíça que tomam conta do Vaticano. Francisco soube da decepcionante derrota da seleção argentina para a Arábia Saudita por convidados que foram discutir com ele a realização do Conselho Judaico Mundial.

Depois do jogo contra a seleção da Arábia os torcedores argentinos começaram a pedir pelas redes sociais para o papa rezar por melhores resultados. As mensagens foram encaminhadas na conta do Twitter do papa, bastante ativa por sinal.

Messi

Este ano o Papa Francisco recebeu de Lionel Messi uma camisa do PSG autografada. O presente foi entregue em audiência pelo primeiro-ministro da França, Jean Castex. O papa divulgou um vídeo em resposta. “Querido irmão, agradeço a camisa que me mandou e a dedicação, sempre com a sua simplicidade”, disse Francisco.

Por iniciativa do Papa Francisco foi criado o primeiro time feminino do Vaticano, em 2019. A equipe masculina existia há 48 anos. Participam do time funcionárias das repartições da sede da Igreja Católica, além de filhas e parentes de empregados. Os times participam de jogos contra equipes pequenas internacionais que não estejam ligadas à FIFA.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Copa do Mundo 22

Ministérios do governo Lula: veja o que se sabe até agora
Messi exalta título e garante que seguirá na seleção: “Quero jogar como campeão mundial”
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa Na Tarde