Sexta-feira, 20 de Maio de 2022

Home Política Ministro do Supremo determina que ex-deputado Roberto Jefferson cumpra prisão domiciliar

Compartilhe esta notícia:

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, decidiu, nesta segunda-feira (24), substituir a prisão preventiva do ex-deputado federal Roberto Jefferson pela prisão domiciliar, com a imposição de algumas medidas cautelares, como o uso de tornozeleira eletrônica. Moraes determinou que o descumprimento dessas medidas poderá resultar no restabelecimento da prisão preventiva de Jefferson.

O ex-deputado estava preso desde agosto por causa de suspeitas de ataques às instituições democráticas. A defesa de Jefferson havia pedido a saída da prisão, alegando que seu quadro de saúde estava fragilizado. Na semana passada, Jefferson chegou a ser liberado por Moraes para realizar exames fora da prisão.

Por meio de nota, a defesa de Roberto Jefferson afirmou que “por ora, fica satisfeita com a decisão do ministro Alexandre de Moraes e entende que foi dado um passo importante. Agora é batalhar para retirar todas as cautelares e, definitivamente, provar a inocência de Roberto Jefferson”. Segundo a médica particular do ex-deputado, ele apresenta sintomas de início de trombose, circunstância que exige a realização de exames em unidade hospitalar adequada.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Política

De olho na reeleição, presidente divulga aplicativo “Bolsonaro TV”
Surfista Gabriel Medina abre mão de primeira etapa de competição para cuidar da saúde mental; Yasmin Brunet aprova
Deixe seu comentário
Pode te interessar
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa Na Tarde