Quarta-feira, 18 de Maio de 2022

Home Mundo Mísseis norte-coreanos são financiados por furto de criptomoedas, diz a ONU

Compartilhe esta notícia:

Ataques cibernéticos da Coreia do Norte resultaram no furto de milhões de dólares em criptomoedas para financiamento de mísseis do país, revelou um relatório divulgado pela ONU (Organização das Nações Unidas).

Em 2020 e 2021, os ciberataques norte-coreanos conseguiram apoderar-se de US$ 50 milhões em ativos digitais, que são “importante fonte de receitas” para o programa nuclear e de mísseis balísticos, concluíram investigadores.

Os ataques cibernéticos atingiram pelo menos três câmbios de criptomoedas na América do Norte, Europa e Ásia. De acordo com as investigações, esses ataques têm se revelado decisivos para financiar os programas do regime norte-coreano.

O relatório cita um estudo, divulgado no mês passado pela empresa de segurança Chainalasy, sugerindo que os ataques cibernéticos poderiam render até US$ 400 milhões em ativos digitais aos cofres norte-coreanos somente durante o último ano.

O estudo revelou que os ataques recorriam a “phishing, explorações de código, malware e engenharia social avançada para desviar fundos das carteiras quentes, ligadas à internet dessas organizações, transferindo-os para endereços controlados pela Coreia do Norte”.

Somente no mês passado, de acordo com os Estados Unidos, a Coreia do Norte realizou pelo menos nove testes com mísseis.

O relatório destaca também que a situação humanitária na Coreia do Norte “continua a piorar”, possivelmente devido às restrições provocadas pela Covid-19. Acrescenta, no entanto, que a grande escassez de informação não permite determinar a influência das sanções internacionais na vida da população.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Mundo

Ao defender o meio ambiente, papa lembra música de Roberto Carlos
Abertas as inscrições para programa que fornece passagens de ônibus gratuitas a desempregados em Canoas
Deixe seu comentário
Pode te interessar
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Atualidades Pampa