Domingo, 21 de Abril de 2024

Home Dad Squarisi Modismos fazem a festa

Compartilhe esta notícia:

É lugar-comum afirmar que a língua muda. Organismo vivo, está a serviço dos falantes. Eles, como a água que passa sob a ponte, nunca são os mesmos. Movimentam-se, misturam-se, transformam-se. Viva!

Mas, por motivo que até Deus ignora, algumas viram moda. Depois, praga. O uso se intensifica por influência do rádio, da tevê, da internet. São os modismos, que pegam com a rapidez da água morro abaixo ou do fogo morro acima.

Podem ser palavras ou expressões que passam a ser empregadas em contexto diferente do usual. Uma delas é gratidão. Por contágio talvez do emoji da internet, as mãozinhas postas substituíram o vocábulo obrigado. Não só nas mídias sociais. Também na fala. Vamos combinar? É uma chatice. Usar a imagem no zap ou no e-mail tudo bem. Mas fora daí? Xô!

Compartilhar

Outro exemplo é compartilhar. O verbo migrou da internet para matérias de jornal, rádio ou tevê. Usurpa o lugar de afirmar, dizer e comentar. Veja:

“A audiência nas mídias sociais leva o público para o teatro. As duas modalidades estão intimamente interligadas e se alimentam. É como se fosse um malabarismo da comédia. Mas o que mais me empolga é o que vou fazer em BH: um show solo, no qual posso mostrar para o público a complexidade do meu trabalho”, compartilha o humorista.

A gente compartilha alegrias, compartilha lucros, compartilha os problemas. No exemplo, o humorista diz, afirma, comenta.

Pontuar

Pontuar é outro penetra que tem usurpado o lugar dos verbos declarativos dizer, afirmar, comentar. É o caso de escrever “Vou aos funerais da rainha”, pontuou o ministro. Melhor devolver a César o que é de César. “Vou aos funerais da rainha”, disse o ministro.

Verbos declarativos

O verbo declarativo tem grande importância no texto. Ele dá nuanças à declaração. Atenção ao substituí-lo. Sem o devido cuidado, você pode alterar o sentido de enunciado:

“As denúncias são mentira”, disse o candidato.

“As denúncias são mentira”, insistiu o candidato.

“As denúncias são mentira”, alertou o candidato.

“As denúncias são mentira”, protestou o candidato.

“As denúncias são mentira”, mentiu o candidato.

“As denúncias são mentira”, enfatizou o candidato.

“As denúncias são mentira”, ironizou o candidato.

Áreas semânticas

Grosso modo, os verbos declarativos pertencem a nove áreas semânticas:

de dizer: afirmar, declarar

de perguntar: indagar, interrogar

de responder: retrucar, replicar

de contestar: negar, objetar

de concordar: assentir, anuir

de exclamar: gritar, bradar

de pedir: solicitar, rogar

de exortar: animar, aconselhar

de ordenar: mandar, determinar

Leitor pergunta

Saída tem acento. Rainha não tem. Por quê? — Pedro Machado, Ceilândia.

Trata-se da quebra de ditongo. O i o u ganham acento se preencherem três condições:

1. Serem antecedidos de vogal: sa-í-da, ca-í-da, e-go-ís-ta.

2. Formarem sílaba sozinhos ou com s: sa-i-da, e-go-is-ta.

3. Não serem seguidos de nh: rainha, bainha, ladainha.

É isso.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Dad Squarisi

Plural de modéstia
Daqui a pouco
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa Na Madrugada