Quinta-feira, 18 de Julho de 2024

Home Variedades Morte de fã da Taylor Swift, a estudante Ana Clara, repercute no exterior: “Calor sufocante e colapso”

Compartilhe esta notícia:

A morte de uma fã de Taylor Swift na sexta-feira, no Rio de Janeiro, repercutiu na imprensa internacional. A vítima, Ana Clara Benevides, de 23 anos, era estudante de Psicologia, em Rondonópolis, no Mato Grosso, e morreu após desmaiar por causa das altas temperaturas.

O jornal britânico The Independent noticiou que cantora Taylor Swift ficou devastada ao saber do caso. Na reportagem, o veículo ainda lembra que a morte ocorreu durante uma “perigosa onda de calor no Brasil”.

Os também britânicos The Guardian e DailyMail informaram que a morte ocorreu devido a “condições sufocantes de calor”. O DailyMail, por sua vez, também lembrou das reclamações do público a respeito da proibição da entrada no local do show portante garrafas com água.

O jornal alemão Bild manchetou que a apresentação da norte-americana acabou “ofuscada pela morte de uma jovem”, enfatizando que “cerca de mil episódios de desmaios foram registrados pelos bombeiros”.

O New York Post destacou que a cantora Taylor Swift chegou a distribuir algumas garrafas de água para fãs que estavam assistindo ao show. O New Zealand Herald focou na mensagem deixada pela cantora após tomar conhecimento da morte de Ana Clara Benevides.

Na Argentina, o jornal La Nacion publicou que Ana Clara Benevides sofreu “um colapso claramente relacionado com as altas temperaturas registradas ao longo do dia no Brasil”, e que milhares outros fãs desmaiaram pelo mesmo motivo.

O também argentino Clarín informou que devido ao “calor extremo” a estudante de Psicologia veio a óbito. O veículo também citou o pedido de investigação pelo Ministro da Justiça Flávio Dino e a mensagem de um amigo da jovem.

O que diz a Polícia Civil sobre o caso? Procurada pela reportagem do Terra, a assessoria da Polícia Civil do Rio de Janeiro informou que o caso está sendo investigado pelo 24º DP, localizado no bairro de Piedade.

“Após tomar conhecimento das circunstâncias do fato, a Polícia Civil determinou que o hospital encaminhasse o corpo para o Instituto Médico Legal Afrânio Peixoto (IMLAP), no Centro do Rio de Janeiro, para realização de exames de perícia, visando ao esclarecimento das causas da morte. A delegacia fará diligências para elucidar o ocorrido”.

Morto em assalto

Gabriel Mongenot Santana Milhomem Santos, de 25 anos, estudante de engenharia aeroespacial na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), foi assassinado a golpes de faca na Praia de Copacabana, no Rio de Janeiro, durante um assalto na madrugada desse domingo (19). O jovem viajou ao estado fluminense junto com as primas para assistir ao show da cantora Taylor Swift.

Segundo os familiares da vítima, Gabriel era fã da artista norte-americana e iria realizar o sonho de vê-la ao vivo no estádio Nilton Santos, o Engenhão, na noite de domingo. O corpo da vítima foi encaminhado ao Instituto Médico Legal.

Natural de Mato Grosso do Sul, o jovem era filho único da secretária-adjunta de assistência social de Campo Grande, Inês Mongenot. Ele ingressou na UFMG em 2021 e tinha previsão de concluir o curso em 2025.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Variedades

A turnê de uma das maiores estrelas pop do mundo se transformou em tragédia para uma família e em pesadelo para milhares de fãs
Android e iPhone: como saber se alguém está rastreando seu celular?
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa Na Tarde