Terça-feira, 24 de Maio de 2022

Home Cláudio Humberto Na Bahia, construir rodovia custa 5 vezes mais

Compartilhe esta notícia:

O custo por quilômetro de rodovia construída pelo governo da Bahia, de Rui Costa (PT), foi cinco vezes maior que o quilometro de rodovias federais feitas em 2021. É o que mostram as informações divulgadas pelo governo estadual petista e o Ministério da Infraestrutura: no governo federal, cada quilômetro custou R$1,5 milhão, enquanto na Bahia governada pelo PT, partido protagonista de casos de corrupção, cada quilômetro custou R$7,7 milhões ao pagador de impostos.

Cinco vezes menos

É só fazer as contas: o governo Bolsonaro gastou R$3,4 bilhões em 2.054km de rodovias, o que dá R$1,5 milhão por quilômetro.

Cinco vezes mais

Já o governo da Bahia anunciou gastos de R$141 milhões em 18km, entre Itabuna e Banco da Vitória. Noves fora, R$7,7 milhões por km.

Quíntuplo é demais

Especialistas explicam que variam os custos de rodovias, mas custar o quíntuplo é um excesso até para os padrões petistas de roubalheira.

Confissão na internet

Os custos padrão PT foram divulgados no Portal Oficial do Estado da Bahia, enquanto os federais no site do Governo do Brasil (gov.br).

Ômicron pode ter chegado ao pico no Brasil

A disparada de infecções pela ômicron avançou no Brasil como no resto do mundo, e parece ter chegado ao pico em fevereiro, com média de 188 mil novos casos por dia, segundo o Worldometer. Agora, a expectativa é de queda vertiginosa na curva de infecções, como na África do Sul, Reino Unido e Estados Unidos. A taxa de transmissão caiu pela metade por aqui, tendência que deve continuar nas próximas semanas, como previu o epidemiologista Pedro Hallal, no início do ano.

Sucesso brasileiro

A vacinação reduziu a gravidade da doença. Com 2,8 milhões de casos ativos, o dobro do pico em 2021. Só 0,3% são considerados graves.

Cenário global

O pico de infecções no mundo foi em 26 de janeiro, quando a média era de 3,37 milhões por dia. Desde então caiu 12%, para 2,96 milhões.

O ciclo é assim

Na África do Sul, a curva de transmissão da média de novos casos já voltou aos níveis de novembro, no início do surto da ômicron.

Agro espetacular

O Brasil abate mais de 6 bilhões de aves por ano, para exportação. E ainda tem alguns beócios de mesa de bar que, entre uma coxinha e outra, fazem discursos ameaçadores contra o agronegócio.

Carga 2022

Há 1.919 processos distribuídos aos ministros do Supremo Tribunal Federal, só em 2022. São recursos, agravos, mandados, habeas corpus etc. A maior parte (271) foi para o novato André Mendonça.

592 mil a zero

Até mesmo em ferramentas alternativas ou pouco utilizadas, como o Gettr (concorrente do Twitter, “inimigo” da imprensa), Bolsonaro tem 592 mil seguidores, enquanto o petista Lula, que não usa, tem zero.

Sinal do martelo

O ministro Luis Barroso (STF) disse não gostar da ideia de “banir plataforma”, referindo-se ao Telegram, que bolsonaristas dominam. “Mas não gosto da ideia de haver vendas de armas na rede”. Ah, bom.

Grande mídia no comando

O TSE estabeleceu parceria com milícias de “checadores”, que existem apenas para caçar na internet os concorrentes dos grandes jornais. Que, quando mentem, nunca são averiguados por “fake news”.

Péssima notícia

Sem críticas proporcionais na imprensa americana, o governo de Joe Biden chega neste sábado à marca de 500 mil mortes por covid em pouco mais de um ano. A média de Biden é de 1.310 mortes por dia.

Já ouviu falar?

A Amazul (Amazônia Azul Tecnologias de Defesa S.A.) é mais uma estatal de necessidade duvidosa. São mais de 1,7 mil funcionários com média salarial de R$22 mil. Serve a Marinha e Programa Nuclear.
 
Recorde histórico

O comércio eletrônico foi o maior beneficiado pelo isolamento social. Segundo relatório da Adobe Digital Economy, o e-commerce nos EUA movimentou US$ 204 bilhões (R$1,08 trilhão) nas festas de fim de ano.

Pergunta na ciência

Como se chama o reforço, do reforço do reforço?

PODER SEM PUDOR

Definição de governo

Dias antes do suicídio que o fez entrar para a História, Getúlio Vargas teve uma conversa com o seu ministro da Viação, José Américo de Almeida: “Impossível governar este país. Os homens de verdadeiro espírito público vão escasseando cada vez mais”, desabafou Getúlio. José Américo questionou: “E o que é que o senhor acha dos homens de seu governo?” O ex-ditador observou, desolado: “A metade não é capaz de nada e a outra metade é capaz de tudo.”

(Com colaboração de André Brito e Tiago Vasconcelos)

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Cláudio Humberto

A sua empresa está conectada com o futuro?
Vamos ver se você está preparado a mudar para permanecer
Deixe seu comentário
Pode te interessar
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa Na Tarde