Domingo, 23 de Junho de 2024

Home Colunistas Palácio x Lira

Compartilhe esta notícia:

O presidente da Câmara, Arthur Lira, passou o último fim de semana telefonando para deputados federais aliados e indecisos argumentando que é importante eleger em fevereiro Elmar Nascimento (União-BA) seu sucessor na Casa. Pelo menos três parlamentares consultados pela Coluna confirmaram. Mas há grande resistência a seu candidato, ainda, porque sabem que Lira tem poder hoje, não ano que vem – e o Governo Lula da Silva, que continua até 2026, terá a caneta na mão para liberar emendas parlamentares. Em suma, boa parte tem anunciado que espera uma “orientação” do Palácio para decidir em quem votar. Enquanto isso, os ministros de Lula correm para encontrar um nome para chamar de aliado de verdade. Podem ser Marcos Pereira (Rep-SP) ou Antonio Brito (PSD-BA).

Tiro no pé?

Criada a partir do empenho do senador Renan Calheiros (MDB-AL), a CPI da Braskem, em seu relatório final, sugere mais investigações sobre possíveis responsabilidades do engenheiro Gustavo Lopes, diretor-presidente do Instituto de Meio Ambiente de Alagoas. Lopes, que depôs na CPI, é aliado do senador e foi nomeado para o cargo no IMA na gestão de Renan Filho no Governo de Alagoas, um amigo pessoal.

Parabéns, mas…

Presidente do Banco dos BRICS, Dilma Rousseff – que estava em missão oficial na Europa quando surgiu o caos climático gaúcho – demorou, mas apareceu bonita na mídia. Conseguiu liberar, do fundo do banco, R$ 6 bilhões para salvar a infraestrutura do Rio Grande do Sul. Ocorre que não é doação, é financiamento liberado se o Estado tiver condições de se endividar e honrar o caro compromisso futuro.

Olhem para dentro

O Tribunal de Contas do Estado do Paraná vai doar R$ 2 milhões de reais de seu Orçamento anual – que é aprovado pelo Governo e Assembleia Legislativa. Toda solidariedade milionária com dinheiro público é bem vinda, mas tem gente lembrando aos conselheiros que o Paraná tem 70 cidades com IDH abaixo da média mundial.

Castro nos EUA

A nova rodada de negócios do governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro, em Nova York, rendeu avanços com investidores e multinacionais. Mas qualquer anúncio oficial de mais injeção de bilhões de reais – e eles virão, em breve – será feita com cautela. O secretariado núcleo-duro do governador no Palácio, aliás, já conseguiu atrair nova montadora e uma farmacêutica, gigantes mundiais. Serão anunciados no tempo certo.

Galpão solidário

A Log, construtora e gestora de condomínios logísticos, disponibilizou uma área de 1,4 mil metros quadrados em um dos seus galpões em Brasília para a FAB, que será usado nos próximos meses para organizar as doações que chegam de diversas regiões do Brasil à capital nacional antes que sejam enviadas para o Rio Grande do Sul. A área já está sendo utilizada pelos militares da Aeronáutica.

(Com Walmor Parente, Carol Purificação, Isabele Mendes e Luiza Melo)

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Colunistas

Eduardo Leite pede ao presidente Lula ampliação da operação na Base Aérea de Canoas
18 de Maio: Dia Nacional do Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa Na Tarde