Quarta-feira, 18 de Maio de 2022

Home futebol Palmeiras é valente, mas pênalti na prorrogação dá o título do Mundial de Clubes ao Chelsea

Compartilhe esta notícia:

O Palmeiras tentou, foi valente, mas a festa nos Emirados Árabes foi inglesa neste sábado (12). O Chelsea conquistou seu primeiro título do Mundial de Clubes com novo gol histórico de Kai Havertz, autor do gol do título da Champions, cobrando pênalti no segundo tempo da prorrogação: 2 a 1.

O jogo teve dois toques de mão de zagueiros e protagonismo do VAR. Lukaku abriu o placar para os londrinos já no segundo tempo. Minutos depois, a arbitragem de vídeo chamaria o australiano Chris Beath para marcar um toque de mão de Thiago Silva dentro da área, em pênalti convertido por Raphael Veiga. Já no fim, foi Luan, que viveu noite desastrosa, quem tocou com a mão, rendendo a penalidade da vitória para a equipe de Thomas Tuchel.

O jogo

Passado o nervosismo inicial, o primeiro tempo foi de iniciativa das duas equipes. O Chelsea ficou mais com a bola, chegou de forma perigosa em bolas áereas e chutes de longe — o principal deles, de Thiago Silva — , mas esbarrou numa aplicada marcação palmeirense, que deu atenção especial às escapadas de Lukaku. Os blues ainda perderiam Mason Mount, machudado e substituído por Pulisic.

A equipe de Abel Ferreira não mudou muito sua proposta de reagir ao adversário. Segurou suas linhas e tentou aproveitar as bolas recuperadas para tentar chegar na transição, e conseguiu. Em duas oportunidades, Dudu assustou o goleiro Mendy: uma em chute da entrada da área e outra em rápido contra-ataque, quando recebeu em velocidade e acabou finalizando ao lado. Zé Rafael também desperdiçou boa oportunidade tentando encontrar Rony no último passe.

O intervalo trouxe um Chelsea melhor. Os ingleses aproveitaram um Palmeiras mais retraído após marcação intensa na primeira etapa para acelerar as trocas de passe. Logo, achariam seu gol. Hudson-Odoi, aposta de Tuchel para a ala esquerda no lugar de Marcos Alonso, escapou livre e levantou na área para Lukaku ganhar de Luan no alto e abrir o placar. Um novo capítulo envolvendo o centroavante, carrasco da seleção na Copa do Mundo de 2018, e o futebol brasileiro.

O gol assustou o time alviverde, que passou a sofrer pressão e quase levou o segundo com Pulisic. Mas o jogo ganharia tons de emoção em um ataque despretensioso da equipe brasileira. Thiago Silva tocou com o braço em bola alçada na área e o árbitro australiano Chris Beath foi chamado pelo VAR, que apontou pênalti. Raphael Veiga, autor dos gols de abertura do placar na final da Libertadores e na semifinal do Mundial contra o Al Ahly, adicionou mais um gol importante à sua coleção, empatando a partida.

A partir dali, as ações ficaram mais equilibradas. O Chelsea permanecia dominante e assustou novamente com Pulisic e Havertz. O Palmeiras respondeu em finalização de Veiga. Com o desgaste natural das equipes, as chances mais claras escassearam e os técnicos entraram em ação. Tuchel tirou Hudson-Odoi e Lukaku (entraram Saul e Werner), enquanto Abel substituiu Rony e Veiga (por Wesley e Atuesta), mexidas que ajudaram a esfriar a partida rumo à prorrogação.

Havertz faz história novamente

Após o fim dos 90 minutos, o treinador do Chelsea apostou em Sarr e Ziyech nos lugares de Christensen e Kovacic e conseguiu oxigenar sua equipe. O primeiro tempo foi de poucas oportunidades, mas o Chelsea dava mais trabalho em chegada pelas laterais. Werner chegou a fazer bela jogada individual pela esquerda, em finalização que acertou a trave de Weverton, mas o lance não estava valendo por impedimento do alemão.

O lance que definiu a partida veio na segunda etapa, em novo protagonismo do VAR. Em nova bola alçada na área, desta vez do Palmeiras, Luan tocou com a mão — o zagueiro ainda seria expulso nos acréscimos por falta sobre Havertz quando era o último homem. Pênalti marcado e o alemão, autor do gol do título da Champions contra o Manchester City, confirmou o placar e o primeiro título mundial da história do Chelsea.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de futebol

No Estádio Centenário, Inter e Caxias duelam neste sábado pela sexta rodada do Campeonato Gaúcho 2022
Novo Hamburgo vacina 390 crianças contra a covid em Canudos neste sábado
Deixe seu comentário
Pode te interessar
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Atualidades Pampa