Quarta-feira, 01 de Dezembro de 2021

Home Brasil Pesquisa diz que 89% das famílias passaram a valorizar mais o trabalho dos professores depois da pandemia

Compartilhe esta notícia:

Os professores passaram a ser mais valorizados por pais, responsáveis e alunos da rede pública de ensino durante a pandemia de Covid-19, aponta levantamento do Datafolha encomendado por Itaú Social, Fundação Lemann e BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento).

De acordo com a pesquisa divulgada na sexta-feira (15), 89% dos responsáveis reconhecem que os docentes têm um trabalho mais desafiador do que acreditavam antes da pandemia de Covid-19.

Outros 89% assumem que ser um bom professor exige mais preparo do que acreditavam e 67% avaliam que os alunos passaram a respeitar mais os professores. Participaram da pesquisa 1.301 responsáveis que responderam por um total de 1.846 crianças e adolescentes com idades entre 6 e 18 anos da rede pública, em todas as regiões do país.

“Quando as escolas foram fechadas como medida sanitária para conter a disseminação do coronavírus, os professores tiveram um enorme desafio para se adaptarem às aulas remotas. Alguns não tinham familiaridade com a tecnologia ou sequer possuíam equipamentos ou conexão adequada. Mesmo assim, se reinventaram e trouxeram iniciativas de extrema importância para a continuidade do aprendizado das suas turmas”, explica a superintendente do Itaú Social, Angela Dannemann.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

Nave da missão Lucy da Nasa decola para jornada de 12 anos até asteroides de Júpiter
Um quarto das empresas vai buscar temporários para o fim do ano
Deixe seu comentário
Pode te interessar
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa Na Madrugada