Quinta-feira, 26 de Maio de 2022

Home Mundo Polônia está pronta para dar armas defensivas à Ucrânia

Compartilhe esta notícia:

A Polônia está pronta para ajudar Kiev com mais armas defensivas, afirmou, em Munique, o primeiro-ministro polonês Mateusz Morawiecki, depois das tensões sofrerem uma escalada em torno do impasse entre a Ucrânia e a Rússia.

“Estamos prontos para fornecer mais armas defensivas… armas que devem ser usadas para defender o território (da Ucrânia), defender cidades, defender pessoas, locais que enfrentam agressões do exército russo”, disse Morawiecki, em entrevista coletiva.

Ucrânia desmente relatos

Relatos de que a Ucrânia está bombardeando regiões controladas por separatistas apoiados por Moscou e dentro da fronteira russa são “puras mentiras”, disse o presidente da Ucrânia neste sábado (19), acrescentando que seu país não responderá a provocações.

O presidente Voldymyr Zelenskiy esteve com autoridades de segurança do Ocidente na Conferência de Segurança de Munique, em meio a relatos de explosões dentro do território russo ao Leste da Ucrânia e nas regiões separatistas da Ucrânia.

“O que foi mostrado nos territórios temporariamente ocupados, algumas bombas supostamente voando do nosso lado, algumas voando até Rostov, são puras mentiras”, disse. “Eles estão explodindo algo no lado deles”, afirmou Voldymyr.

O presidente Zelenskiy pediu ainda que os países ocidentais não esperem uma possível invasão russa para impor sanções à Rússia. A Rússia, que acumulou 150 mil soldados nas fronteiras com a Ucrânia, afirmou que, para sua própria segurança de longo prazo, precisa de um compromisso de que Kiev nunca se juntará à aliança militar da Otan – Organização do Tratado do Atlântico Norte.

No entanto, líderes de países ocidentais, que acreditam que a Rússia está preparando uma possível invasão à Ucrânia, disseram que os russos enfrentariam severas consequências se atacassem, alertando Moscou contra tentativas de remodelar as fronteiras da Europa.

A Ucrânia e membros da Organização do Tratado do Atlântico Norte recusaram descartar a possibilidade de Kiev um dia se juntar à aliança, embora poucos esperem que isso ocorra em breve.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Mundo

Separatistas pró-Rússia no Leste da Ucrânia realizam evacuação em massa
União Europeia já definiu pacote de sanções caso a Rússia invada a Ucrânia
Deixe seu comentário
Pode te interessar
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa Bom Dia