Domingo, 21 de Julho de 2024

Home Porto Alegre Porto Alegre registra 52 casos de leptospirose este ano

Compartilhe esta notícia:

Porto Alegre tem 52 casos de leptospirose confirmados em 2024. No total, a vigilância epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde (EVDT/DVS/SMS) recebeu 1.556 notificações de suspeitas da doença. Além dos casos confirmados, há 1.309 suspeitas em investigação e 195 foram descartadas.

Dois óbitos foram confirmados entre residentes de Porto Alegre por leptospirose e outros dois seguem em investigação. Os dias 14 e 15 de maio registraram o maior número de notificações: 60 e 63, respectivamente. O maior número de casos foram confirmados na semana epidemiológica 20 deste ano, que vai do dia 12 a 18 de maio.

A leptospirose é uma doença infecciosa causada por uma bactéria chamada leptospira, presente na urina de ratos e de outros animais. É transmitida por água contaminada e pelo contato com a pele, principalmente se houver algum arranhão ou ferimento.

“Em situações de enchentes e inundações, a urina dos ratos em esgotos e bueiros mistura-se à enxurrada e à lama, fazendo com que qualquer pessoa que tenha contato com a água das chuvas ou o lodo contaminados possa ser atingida. Por isso, todas as etapas de limpeza após inundações devam ser feitas com proteção redobrada, como uso de luvas e botas e, na impossibilidade, uso de sacos plásticos sobre calçados fechados”, explica a diretora da Vigilância em Saúde de Porto Alegre, Evelise Tarouco da Rocha.

Sinais e sintomas

A pessoa que apresentar febre, dor de cabeça e dores no corpo (especialmente nas panturrilhas) alguns dias depois de ter tocado água de enchente ou esgoto ou lama de inundações deve procurar imediatamente o serviço de saúde mais próximo. A leptospirose é uma doença curável, com tratamento e diagnóstico oferecido pelo Sistema Único de Saúde (SUS), mediante a notificação da suspeita para a Vigilância Epidemiológica Municipal. O diagnóstico e o tratamento precoces são fundamentais para o êxito da recuperação bem como para evitar óbitos relacionados à doença. Os sintomas podem se manifestar em prazo de até 30 dias após a exposição às fontes de contágio.

 

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Porto Alegre

Cancelados os bloqueios em Porto Alegre para a utilização de áreas como lazer neste fim de semana
Defesa Civil alerta para possibilidade de chuvas intensas neste fim de semana
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa News