Quinta-feira, 30 de Maio de 2024

Home Economia Preço médio da gasolina nos postos gaúchos ficou 2,2% mais barato na semana

Compartilhe esta notícia:

O preço médio da gasolina nos postos do Rio Grande do Sul baixou 2,2% na semana passada, a terceira de agosto (14 a 20). Eram cobrados R$ 5,37 pelo litro no domingo (14), valor que estava a R$ 5,25 neste sábado (20).

A cidade de Bagé (Fronteira-Oeste) apresentou o valor mais caro nos postos, variando de R$ 6,07 a R$ 6,26. Já o mais barato foi constatado em Santa Rosa (Região Noroeste), com preço na faixa de R$ 4,78 a R$ 5,51.

No que se refere ao preço cobrado pelo diesel nos estabelecimentos gaúchos, a média caiu de R$ 7,09 na segunda semana de agosto (entre os dias 7 e 13) para R$ 6,92 na terceira semana (14 a 20). Ou seja: 17 centavos a menos.

A informação é da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), que retomou a divulgação do levantamento, após 15 dias com seus sistemas “off-line”. De acordo com o órgão, a causa foi uma tentativa de ataque hacker, fato que motivou a permanência de seus sistemas fora do ar.

Situação nacional

Já em relação ao País, o litro da gasolina ficou 3,74% mais barato, na média, passando de R$ 5,61 na semana de 31 de julho e 6 de agosto para R$ 5,40 no período entre 14 a 20 de agosto.

O combustível sofreu três reduções de preço pela Petrobras em cerca de um mês, sendo que a queda mais recente começou a valer para as refinarias na última terça-feira (16).

A primeira foi no dia 20 de julho (R$ 4,06 para R$ 3,86), a segunda no dia 29 (R$ 3,86 para R$ 3,71) e a terceira na semana encerrada neste sábado (R$ 3,71 para R$ 3,53).

Cidades e Estados

De acordo com o último levantamento divulgado pelo órgão, entre as cidades brasileiras o litro mais caro de gasolina foi de R$ 8,75 em Gurupi  (TO), ao passo que o mais barato foi de R$ 4,50 em Atibaia (SP).

Já na comparação por Estados, a menor média foi constatada foi de R$ 4,97 no Amapá, enquanto a maior se deu no Acre, com R$ 5,89.

Outros combustíveis

Em relação ao etanol, sob impacto da redução do Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) em julho, a média baixou de R$ 4,13 entre 31 de julho e 6 de agosto para R$ 3,98 no intervalo de 14 a 20 de agosto, baixa equivalente a –3,63%.

O preço mínimo de revenda do combustível foi observado a R$ 3,21 e o máximo a R$ 6,99. Dntre os estados, quatro operam com média abaixo dos R$ 4: Goiás (R$ 3,80), Mato Grosso (R$ 3,63), Minas Gerais (R$ 3,97) e São Paulo (R$ 3,78).

Também em duas semanas, o diesel comum (S500) passou de R$ 7,38 para R$ 7,05, uma redução de quase 4,5%. O combustível sofreu duas quedas de preço em agosto, anunciadas às refinarias pela Petrobras. Já o GNV foi de R$ 5,08 para R$ 5,04 em duas semanas, enquanto o gás de cozinha sofreu redução de R$ 111,79 para R$ 111,53.

(Marcello Campos)

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Economia

Petrobras vê novo pré-sal e decide explorar petróleo na Foz do Amazonas
Grupo de mães realiza protesto contra incidente que resultou na morte de jovem em São Gabriel
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa Na Tarde