Segunda-feira, 15 de Agosto de 2022

Home Flávio Pereira Prefeito Sebastião Melo reafirma compromisso com a liberdade econômica

Compartilhe esta notícia:

O prefeito de Porto Alegre, Sebastião Melo (MDB), reafirmou ontem seu compromisso com o combate à burocracia e o incentivo à liberdade econômica. Foi na instalação da Frente Parlamentar em Defesa do Empreendedor e da Liberdade Econômica na Assembleia Legislativa, proposta do deputado Rodrigo Lorenzoni (PL). Melo elogiou a liderança de Rodrigo Lorenzoni à frente da Secretaria de do Desenvolvimento Econômico e Turismo da capital. Disse que “nós não tivemos nenhuma dúvida quando o indicamos para substituir o vice-prefeito à frente da Secretaria”. E lembrou que “a lei da liberdade econômica que o governo tem hoje, tem autoria. É do deputado Rodrigo Lorenzoni, proposta que tramitou nesta casa, e nós votamos e aprovamos”. O prefeito garantiu que hoje há um entrosamento perfeito com o vice, Ricardo Gomes, e com o foco na liberdade econômica e no empreendedorismo. Estamos afinados”. O deputado Giusepe Riesgo (Novo), que integra a Frente Parlamentar, também participou do ato de instalação e foi convidado por Rodrigo Lorenzoni para liderar, ao seu lado, a coordenação do trabalho.

Crítica à gestão da pandemia

O prefeito Sebastião Melo comentou ainda que “o primeiro desafio que colocamos em Porto Alegre, é cumprir o contrato das urnas. Às vezes se diz uma coisa numa eleição e depois no governo se faz outra coisa. O que estamos fazendo é reabrir a cidade, com responsabilidade”. O prefeito recordou os danos causados pela gestão errática da pandemia ao comentar: “dizer para ficar em casa quem não tem comida é ruim. O setor produtivo do país, em especial o comércio, pagou um preço alto por uma pandemia que, cá pra nós, foi administrada mais na política, que na ciência.” O prefeito apresentou os enunciados que orientam sua ação:

“A liberdade econômica passa por não aumentar imposto neste país. Segundo: segurança jurídica e licenciamento rápido, sem paternalismo, sem papelada, e sem carimbo. Se leis resolvessem o problema do Brasil, o país estava resolvido: os ladrões estavam na cadeia, todo mundo tinha casa para morar, comida no prato e vida boa. Não podemos mais produzir leis que impeçam o desenvolvimento do país”, afirmou o prefeito da capital gaúcha.

Rodrigo Lorenzoni: “unidos neste processo”

Rodrigo Lorenzoni afirmou que “nunca podemos esquecer o quão é importante nós estarmos unidos neste processo para que não volte a ter no nosso Estado o que nós vivemos quando os governantes determinaram quem poderia e quem não poderia trabalhar, e dos que poderiam trabalhar o que poderiam vender e o que o consumidor poderia comprar. Acho que não há nada mais agressivo à liberdade econômica, ao princípio da liberdade como um todo, e este foi um exemplo de intervenção estatal absurda, que eu espero que a gente nunca mais viva neste Estado”.

Empresários presentes

Vilson Noer, ex-dirigente da Câmara de Dirigentes Lojistas e fundador da AGV Varejo, criticou o cerceamento da liberdade de empresários em detrimento de outros durante a pandemia, o que causou danos gigantescos a milhares de empreendedores, e elogiou “a vanguarda que existe hoje na Assembleia para defender os empresários num país muito caro, com uma carga tributária absurda”. Estiveram presentes o empresário Irio Piva, dirigente do CDL de Porto Alegre, e Everton Falk, professor e empresário que comandou a Secretaria Municipal de Licenciamento e Desburocratização em Santa Maria, dentre outras lideranças.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Flávio Pereira

Pacote dos combustíveis será aprovado na próxima semana
Simone Tebet comemora apoio do PSDB e aguarda retirada da candidatura do MDB no RS
Deixe seu comentário
Pode te interessar
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Atualidades Pampa