Segunda-feira, 26 de Fevereiro de 2024

Home em foco Presidente do PSB reage a Lula e diz que só haverá aliança nas eleições se o PT fizer concessões nos Estados

Compartilhe esta notícia:

Contrariado com a afirmação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva de que o ex-prefeito Fernando Haddad ganhará a eleição para o governo de São Paulo, o presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, mandou um duro recado à cúpula petista.

Segundo Siqueira, a legenda só aceitará uma aliança formal na corrida à Presidência da República se houver concessões do PT nos Estados. Uma das principais condições do PSB é a retirada do nome de Haddad da disputa pelo Palácio dos Bandeirantes em apoio ao ex-governador Márcio França (PSB). O partido também exige apoio do PT em outros quatro Estados: Rio de Janeiro, Pernambuco, Espírito Santo e Rio Grande do Sul.

Lula fez a afirmação na quarta-feira (22) ao participar, em São Paulo, do evento Natal dos Catadores. “Faz parte essa tentativa de viabilizar a candidatura do afilhado dele, o Haddad. Mas nós seguiremos insistindo que o PT se concentre na eleição presidencial e não queira disputar com seu aliado, o PSB, os governos estaduais. Se essa postura for mantida pelo PT, a federação não existirá”, advertiu Siqueira.

O PT aposta na formação de uma federação ampla de partidos como estratégia para ampliar o palanque de Lula na disputa presidencial de 2022. No dia 16 deste mês, o diretório nacional do PT aprovou uma resolução autorizando a abertura de conversações com PSB, PCdoB, PSOL e PV para a formação de uma federação. As informações foram divulgadas pelo blog do jornalista Gerson Camarotti.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de em foco

Controladoria-Geral da União abre concurso público com salário de até R$ 19 mil
Edital para adoção do Sítio do Laçador, em Porto Alegre, será relançado com novas permissões
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Atualidades Pampa