Segunda-feira, 15 de Agosto de 2022

Home Flávio Pereira PSDB agora prepara espaço para Eduardo Leite disputar a Presidência da República

Compartilhe esta notícia:

O PSDB fez ontem novos movimentos que sinalizam para a abertura do espaço para o ex-governador Eduardo Leite ser lançado candidato a presidente da República. O deputado federal Aécio Neves, do grupo de Eduardo Leite, recebeu o “sim” do ex-governador gaúcho, e já indicou que o partido poderá desistir do apoio à senadora Simone Tebet, diante do seu fraco desempenho (1,4% após a saída de João Doria do páreo). O passo seguinte, segundo Aécio, será trabalhar novamente a candidatura própria, com o nome de Eduardo Leite. O fraco desempenho da senadora Simone Tebet na mais recente pesquisa, levou o PSDB a rever tudo, de olho do potencial estimado de Eduardo Leite, e no eleitorado indeciso, historicamente situado nos 25%.

No RS, Gabriel Souza continua pré-candidato do MDB

O deputado estadual Gabriel Souza, pré-candidato do MDB ao governo do Estado, indiferente a acordos nacionais, garantiu ontem a esta coluna, que continua mantendo sua agenda de roteiros políticos. “Eu sigo com a pré-campanha a governador e neste momento, inclusive, realizando atividades no interior do RS. Aliás, já visitei cerca de 80 municípios nestes dois últimos meses.”

Sem máscara, Barroso circula pelos EUA

O ministro Roberto Barroso, do STF (Supremo Tribunal Federal), aparece em um vídeo postado nas redes sociais, sendo hostilizando por um homem nos EUA, para onde viajou e realizou palestrou na 4ª feira na Kennedy School, escola de serviço público da universidade. Pelo vídeo, Barroso ao afastar-se do cidadão que o hostiliza, ingressa sem máscara em estabelecimento comercial onde há uma placa obrigando o uso de máscara.

Ministro Alexandre de Moraes critica decisão do colega Nunes Marques

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, comentou ontem uma decisão do seu colega, o ministro Nunes Marques, que na véspera havia suspendido os efeitos de um acórdão do TSE que cassou o mandato do deputado Fernando Francischini, apontando várias falhas na decisão que ignorou a retroatividade da lei. Ontem, Nunes Marques também suspendeu a cassação do deputado José Valdevan Noventa (PL-SE), de Setgipe, justificando que houve cerceamento de defesa. Alexandre de Moraes, sem citar o nome do colega Nunes Marques, disse que as redes sociais serão equiparadas aos meios de comunicação tradicionais durante as eleições, possibilitando punição por divulgação de fake news. Francischini foi cassado pelo TSE após realizar uma live, no dia das eleições de 2018, em que alegou que as urnas teriam sido fraudadas. Na decisão que restituiu seu mandato, Nunes Marques afirmou que “é claramente desproporcional e inadequado” comparar as redes sociais a esses meios de comunicação, argumento rebatido por Moraes.

Fachin diz que estão “em xeque” no país as liberdades públicas e a “eficácia” da escolha popular

O atual presidente do TSE, ministro Edson Fachin, deu declaração durante palestra sobre democracia, em Curitiba (PR). afirmando que estão “em xeque” no país as liberdades públicas e a “eficácia” da escolha popular. Traduzindo o absurdo: se não ganhar o candidato da preferência do ministro, a “eficácia” da eleição estará em xeque.

Lira afasta deputado do PT e convoca deputado cassado

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), agiu ontem mesmo, e a partir da notificação recebida do STF, afastou o deputado federal Márcio Macêdo (PT-SE) que ocupava a cadeira no lugar de Valdevan Noventa (PL-SE), cassado por abuso de poder e econômico e compra de votos nas eleições de 2018. O parlamentar do PL, partido do presidente Jair Bolsonaro, teve o mandato devolvido pelo ministro Nunes Marques, do Supremo Tribunal Federal, do STF. A decisão de Lira foi publicada no Diário Oficial da Câmara.

Nunes Marques já vê o segundo tempo

O ministro Kassio Nunes Marques, do Supremo Tribunal Federal (STF), já anunciou que vai levar para a 2ª Turma da Corte os processos em que devolveu os mandados dos deputados Fernando Francischini (União Brasil-PR) e Valdevan Noventa (PL-SE), se houver recurso contra as decisões. A 2ª Turma,é composta por André Mendonça, Gilmar Mendes, Edson Fachin, Ricardo Lewandowski e o próprio Nunes Marques.

Ingrato, Lula critica o STF

O ex-presidiário Lula criticou o presidente da República Jair Bolsonaro por apenas sobrevoar as áreas da enchente em Pernambuco. Imaginando que o presidente deveria descer e atravessar nadando os locais das enchentes. Mas o mais absurdo foi a crítica do ex-presidiário ao STF. Um ato de ingratidão de Lula ao criticar um tribunal que, com ousadia, o retirou da gaiola após condenação em três instâncias como o maior ladrão do planeta, utilizando uma prosaica justificativa de que o CEP dos processos que o condenaram estavam errados.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Flávio Pereira

Nunes Marques menciona descumprimento da Constituição e suspende acórdão do TSE que cassou o deputado Francischini
Com Bolsonaro, Brasil volta ao Top 10 da economia mundial
Deixe seu comentário
Pode te interessar
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Atualidades Pampa