Domingo, 22 de Maio de 2022

Home Rio Grande do Sul Rio Grande do Sul ganha o seu primeiro museu com obras sobre arte e doença mental

Compartilhe esta notícia:

O Museu Estadual Oficina de Criatividade do Hospital Psiquiátrico São Pedro (MOC HPSP) existe oficialmente desde terça-feira (25), com a publicação do decreto que o instituiu, mas a sua gênese remonta a 1990, quando começou a atividade que inspirou seu nome.

Em pouco mais de 31 anos, a oficina, que funciona como um espaço de reabilitação psicossocial, reuniu cerca de 200 mil obras de arte produzidas por pacientes e ex-pacientes e pelo público vinculado à assistência de saúde mental do Sistema Único de Saúde (SUS) que participam das oficinas terapêuticas na instituição. São pinturas, esculturas, modelagens, bordados em tecido, cerâmicas, textos e outras formas de expressão artística que agora passam a integrar oficialmente o mais novo museu de Porto Alegre. O MOC HPSP nasce voltado à salvaguarda, pesquisa, comunicação e preservação do acervo da oficina.

“A principal motivação para termos o museu é salvaguardar estas obras, que são um patrimônio cultural do Estado”, explicou a diretora do Departamento de Coordenação dos Hospitais Estaduais, Suelen Arduin. “Dá visibilidade ao que temos guardado, dá voz a quem antes era silenciado.”

Inspirada nos ensinamentos da psiquiatra Nise da Silveira, a oficina surgiu como espaço de convivência para os pacientes do hospital fundado em 1884 e primeira instituição psiquiátrica de Porto Alegre. Tinha como princípio resgatar, por meio da arte, a experiência subjetiva de cada participante. Hoje, além dos trabalhos produzidos nos ateliês e que integrarão o acervo do museu, conta com significativo material arquivístico e bibliográfico, que inclui teses, dissertações, livros, livros de registro, entrevistas, fotos e recortes de jornais, entre outros.

O trabalho foi contemplado em 2017 com o prêmio Rodrigo Melo Franco de Andrade, do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), e o acervo já participou de mostras do Museu de Arte do Rio Grande do Sul (Margs), Sesc Pompeia, em São Paulo, e Museu de Arte do Rio de Janeiro (MAR).

Desde 2000, o Hospital São Pedro mantém parceria com a Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), com apoio de professores, estagiários e bolsistas dos cursos de Artes e Museologia, que colaboram na curadoria e preservação do material.

Com a oficialização do MOC HPSP, o Estado passa a contar com um dos quatro principais museus do País com coleções que destacam a relação entre arte e saúde mental. No Rio de Janeiro, funcionam o Museu de Imagens do Inconsciente e o Museu Bispo do Rosário de Arte Contemporânea, e em São Paulo, o Museu de Arte Osório César.

“Os trabalhos servem de testemunho da presença dos frequentadores da oficina. Pessoas tão espoliadas de tudo que nem pertences pessoais elas podiam guardar no antigo manicômio”, explicou a curadora do MOC, Barbara Neubarth, uma das fundadoras da oficina. “A oficina continuará funcionando, como sempre, mas se abre um novo capítulo na história do hospital.”

Serviço

Museu Estadual Oficina de Criatividade do Hospital Psiquiátrico São Pedro

Endereço: Av. Bento Gonçalves, 2.460 – Porto Alegre

Visitas: por conta da pandemia, as visitas devem ser agendadas pelos telefones (51) 3240-1445 ou (51) 3240-1300, ramal 1445, de segunda a sexta-feira, entre 9h e 12h.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Rio Grande do Sul

Argentina desobriga teste PCR para brasileiros vacinados a partir deste sábado
Ômicron: Hospital de Clínicas de Porto Alegre suspende visitas a pacientes internados partir deste sábado
Deixe seu comentário
Pode te interessar
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa News