Quinta-feira, 20 de Junho de 2024

Home coronavírus Rio Grande do Sul registra 105 mortes em um único boletim diário do coronavírus, maior número em quase sete meses

Compartilhe esta notícia:

O boletim oficial divulgado nesta terça-feira (8) pela Secretaria Estadual da Saúde (SES) adicionou 105 óbitos à estatística do coronavírus, maior número de vítimas gaúchas da doença em um único balanço diário desde o dia 13 de julho do ano passado (107). Com isso, o Rio Grande do Sul já acumula 37.290 casos fatais de covid.

As mortes mencionadas pelo boletim são listadas a seguir, em ordem alfabética conforme a cidade onde a pessoa residia (e não onde faleceu). E apesar da manutenção do predomínio de idosos entre os falecimentos, desta vez o relatório chama a atenção para a presença de duas crianças, de 1 e 4 anos entre as vítimas. Confira:

Novo Hamburgo (1 anos);
Santo Antônio da Patrulha (4 anos);
Tapera (37 anos);
Porto Alegre (41 anos);
Cerro Branco (42 anos);
Salto do Jacuí (44 anos);
Cachoeirinha (48 anos);
Bento Gonçalves (49 anos);
Santa Vitória do Palmar (49 anos);
Panambi (50 anos);
Uruguaiana (51 anos);
Alegrete (52 anos);
Capão da Canoa (52 anos);
Santa Vitória do Palmar (53 anos);
Rio Grande (54 anos);
Caxias do Sul (55 anos);
Eldorado do Sul (55 anos);
Rio Grande (56 anos);
Guaíba (57 anos);
Passo Fundo (57 anos);
Nova Santa Rita (58 anos);
Nova Hartz (60 anos);
Camaquã (61 anos);
Soledade (61 anos);
Rio Grande (62 anos);
São Borja (62 anos);
Tio Hugo (65 anos);
Passo Fundo (66 anos);
Porto Xavier (66 anos);
Frederico Westphalen (67 anos);
Capão da Canoa (68 anos);
Esteio (69 anos);
Farroupilha (69 anos);
Lajeado (69 anos);
Torres (69 anos);
Capão da Canoa (70 anos);
Não-Me-Toque (70 anos);
Seberi (70 anos);
Porto Alegre (71 anos);
Porto Alegre (72 anos);
Santa Cruz do Sul (72 anos);
Campo Bom (73 anos);
Caxias do Sul (73 anos);
Porto Alegre (73 anos);
Santa Maria (73 anos);
São Leopoldo (73 anos);
Campo Bom (74 anos);
Canoas (74 anos);
Porto Alegre (74 anos);
Soledade (74 anos);
Rosário do Sul (75 anos);
Esteio (76 anos);
Porto Alegre (76 anos);
Independência (77 anos);
Novo Hamburgo (77 anos);
Viamão (77 anos);
Bento Gonçalves (78 anos);
Marau (79 anos);
Palmitinho (79 anos);
Pelotas (79 anos);
Ponte Preta (79 anos);
Porto Alegre (79 anos);
Capão da Canoa (80 anos);
Bagé (81 anos);
Gravataí (81 anos);
Palmeira das Missões (81 anos);
Parobé (81 anos);
Planalto (81 anos);
Bento Gonçalves (82 anos);
Bom Jesus (82 anos);
Capão da Canoa (82 anos);
Caxias do Sul (82 anos);
Passo Fundo (82 anos);
Pelotas (82 anos);
Porto Alegre (82 anos);
São Marcos (82 anos);
Porto Alegre (83 anos);
Alvorada (84 anos);
Hulha Negra (84 anos);
Porto Alegre (84 anos);
Porto Alegre (84 anos);
Bento Gonçalves (85 anos);
Capão da Canoa (85 anos);
Caxias do Sul (85 anos);
Ijuí (85 anos);
Santa Cruz do Sul (85 anos);
Santa Maria (85 anos);
Encantado (86 anos);
Sapucaia do Sul (86 anos);
Taquari (86 anos);
Capão da Canoa (87 anos);
Flores da Cunha (87 anos);
Gravataí (88 anos);
Montenegro (89 anos);
Passo do Sobrado (90 anos);
Nova Santa Rita (91 anos);
Porto Alegre (91 anos);
Rosário do Sul (91 anos);
Santa Clara do Sul (92 anos);
Horizontina (93 anos);
Capão da Canoa (94 anos);
Porto Alegre (94 anos);
São Paulo das Missões (94 anos);
Porto Alegre (98 anos);
Caçapava do Sul (99 anos).

Curiosamente, apenas uma dentre todas as 497 cidades gaúchas ainda não registra qualquer óbito por covid. É Novo Tiradentes, localizada na Região Norte do Estado e que acumula 313 testes positivos desde o começo da pandemia, três dos quais constam no relatório desta terça-feira.

Outros dados sobre a pandemia

Também foram registrados 16.351 novos testes positivos, ampliando assim para quase 1,95 mil os contágios conhecidos no Estado em menos de dois anos de pandemia.

Dentre os infectados até agora, ao menos 1.790.598 (92%) já se recuperaram, em todos os 497 municípios gaúchos. Outros 120.571 (6%) são casos ativos (em andamento), o que abrange desde os assintomáticos em quarentena domiciliar até casos graves atendidos em hospitais.

A taxa média de ocupação das unidades de terapia intensiva (UTIs) por adultos estava em 63,2% no início da noite desta terça-feira (contra 62,5% no dia anterior), de acordo com o painel de monitoramento covid.saude.rs.gov.br. Esse índice resulta da proporção de 1.946 pacientes para um total de 3.078 leitos da modalidade em 301 hospitais.

Já o total de internações por Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) associada à covid totaliza 117.833 (6%) desde março de 2020. Destas, 259 foram efetuadas nas últimas horas.

(Marcello Campos)

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de coronavírus

Para a Autoridade Nacional de Proteção de Dados, a gratuidade do Pix não pode ser justificativa para falta de segurança
Por questões econômicas, Johnson & Johnson suspende a produção da vacina anticovid da Janssen
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa Na Madrugada