Terça-feira, 16 de Julho de 2024

Home Cultura Robin que morreu nas mãos do Coringa agora é aliado do vilão do Batman

Compartilhe esta notícia:

O mundo dos quadrinhos está perplexo dos últimos acontecimentos. A morte de Jason Todd, o segundo Robin, foi um dos momentos mais sombrios do HQs, com uma das sequências mais brutais já vistas na cultura pop. O menino ressuscitou e se tornou o anti-herói Capuz Vermelho, que andava na linha, embora com métodos para lá de violentos. Contudo, embora ele estivesse mais próximo de vilão do que de um herói, ninguém esperava que Todd, em uma reviravolta chocante, fosse se aliar com o seu assassino, o Coringa.

Para chegarmos nessa revelação, é preciso explicar o que aconteceu com Jason Todd durante a Guerra de Gotham. Como o Capuz Vermelho ficou contra Batman durante o evento que dividiu a BatFamília, o Homem-Morcego, que vem perdendo sua sanidade, “simplesmente” reprogramou a mente de seu ex-Robin.

Batman forçou o Capuz Vermelho a obedecer sua regra de não matar, usando uma máquina para editar a química cerebral de Jason. Agora, toda vez que o rapaz se encontra em uma situação estressante, ele “desliga”, devido a uma sensação avassaladora de medo.

E essa aliança?

Bem, em Joker: The Man Who Stopped Laughing #12, lançado recentemente, John Keyser, um dos três Coringas atualmente na continuidade oficial do Universo DC, oferece ao Capuz Vermelho a oportunidade de escapar da lavagem cerebral que Batman cometeu. Embora Jason ainda sinta o trauma de ter sido espancado até a morte pelo Palhaço do Crime, essa é uma oferta que o rapaz não pode se dar ao luxo de recusar.

A solução está no Veneno do Coringa, a substância que o vilão usa para os mais diversos fins há décadas, inclusive para o seu famoso Gás do Riso. Com a substância, em vez de sentir paralisia, Jason começa a sentir o medo engraçado, permitindo que ele atue sem “desligar”. Keyser diz que é o “verdadeiro” e quer matar o Coringa impostor – o suposto “terceiro” Palhaço do Crime ainda permanece um mistério.

Assim, Capuz Vermelho passa a ser aliado de Keyser, que, embora diga que seja o “verdadeiro”, não soa como o mesmo que assassinou Jason em Uma Morte em Família, publicado em Batman #428, em 1988. E, enquanto isso, o mistério sobre os três Coringas continua.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Cultura

Marília Mendonça continua quebrando recordes mesmo após dois anos de sua morte
O Mal de Alzheimer poderá ser, a partir de agora, diagnosticado de forma precoce e confiável, graças a novos marcadores biológicos
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Atualidades Pampa