Domingo, 23 de Junho de 2024

Home Política Romário e Marcos Braz são investigados por suposto esquema de corrupção no Rio de Janeiro

Compartilhe esta notícia:

A Polícia Federal (PF) e o Ministério Público Federal investigam o senador Romário (PL-RJ) e o vereador do Rio de Janeiro Marcos Braz (PL), vice-presidente do Flamengo, por suposto envolvimento em um esquema de desvio de dinheiro de projetos de esportes da Prefeitura do Rio de Janeiro.

Por envolver Romário, que tem foro por prerrogativa de função, o caso tramita no Supremo Tribunal Federal (STF), com relatoria do ministro Kassio Nunes Marques. O inquérito está sob sigilo e foi aberto no começo de maio.

A assessoria do senador Romário declarou que “a delação do empresário é baseada em fatos que não condizem com a realidade”.

“O STJ anulou na semana passada o recebimento de denúncia fundada na versão dada pelo réu confesso que, para tentar barganhar qualquer benefício com a Justiça, tenta criar fatos que não ocorreram”. E também diz que o empresário é “um criminoso tentando se safar usando o nome do senador”.

As acusações contra os dois partiram de uma delação premiada de um empresário do Rio de Janeiro, que chegou a ser preso em 2019 por desvio de recursos de projetos sociais. Ele fechou acordo de delação premiada com a Procuradoria-Geral da República (PGR) e atualmente responde em liberdade.

O suposto esquema de desvio de dinheiro seria entre políticos e empresários com ONGs de esporte. Os detalhes são mantidos sob sigilo.

 

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Política

Primeiro-ministro de Israel classifica mortes de civis em Rafah como “erro trágico”
Base Aérea de Canoas recebe primeiro voo remanejado de Porto Alegre
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa News