Terça-feira, 28 de Maio de 2024

Home Você viu? Rússia deixará Estação Espacial Internacional no fim de 2024

Compartilhe esta notícia:

O novo chefe da agência espacial da Rússia anunciou nesta terça-feira (26) que a Rússia deixará a Estação Espacial Internacional depois que seu compromisso atual expirar no final de 2024.

A Rússia, porém, não comunicou à Nasa sua intenção de se retirar da Estação Espacial Internacional em 2024, disse um alto funcionário da agência dos EUA.

Mas Robyn Gatens, diretora da estação espacial da Nasa, disse que seus colegas russos não comunicaram tal intenção, conforme exigido pelo acordo intergovernamental da estação, disse ela.

Guerra Fria

A construção e lançamento foi tido como um símbolo do final da Guerra Fria. Ainda não se sabe como a Estação Espacial Internacional irá operar com a ausência dos russos.

A estação normalmente tem uma tripulação de sete pessoas, que passam meses a bordo, uma vez que orbita a cerca de 400 km fora da Terra. O complexo, que tem quase o tamanho de um campo de futebol, consiste em duas seções principais, uma administrada pela Rússia, outra pelos EUA e outros países.

Segundo os documentos, os dois estão interligados. Grande parte da energia do lado russo é de origem dos painéis solares da Nasa, enquanto os russos fornecem propulsão para elevar periodicamente a órbita da estação.

Por conta da invasão russa na Ucrânia, os dois países voltaram a se opor. Anteriormente, sob o comando de outros chefes, a agência russa já havia ameaçado deixar a missão, mas ainda não tinha nada confirmado e nem uma data para isso acontecer.

Ucrânia

A cooperação na ISS entre a Rússia e os EUA parecia estar passando relativamente ilesa pela guerra na Ucrânia, com os dois países assinando um acordo no início deste mês para permitir que cosmonautas russos viajassem para a estação em espaçonaves dos EUA e vice-versa.

O acordo “promoveria o desenvolvimento da cooperação no âmbito do programa da ISS”, disse um comunicado da Roskosmos.

No entanto, a guerra atingiu outras áreas de cooperação entre a Rússia e o Ocidente.

A Agência Espacial Europeia (ESA) encerrou sua colaboração com a Roskosmos para enviar um veículo de exploração a Marte e a Rússia interrompeu os lançamentos de sua espaçonave Soyuz de um centro de lançamentos da ESA na Guiana Francesa.

A União Soviética e a Rússia têm uma longa história de exploração espacial. Realizações como o envio do primeiro homem para o espaço em 1961 continuam sendo uma fonte de orgulho nacional.

Em seu encontro com Putin, o chefe da Roskosmos, Borisov, disse que a nova estação espacial russa fornecerá a Moscou serviços espaciais necessários para a vida moderna, por exemplo, de navegação e transmissão de dados.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Você viu?

Como calcular gastos de uma viagem ao exterior
HIV: médicos anunciam 4º caso de cura
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa Na Tarde