Quarta-feira, 29 de Junho de 2022

Home em foco Saiba como funcionam os autotestes para covid; veja o passo a passo

Compartilhe esta notícia:

O Ministério da Saúde deve enviar, ainda esta semana, à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), um pedido de autorização para uso de autoteste de covid no Brasil. Segundo o jornal O Globo, o órgão regulador deve fazer uma nova Resolução de Diretoria Colegiada (RDC) sobre o tema para viabilizar a autorização. Diante da iminência da liberação, muitos brasileiros têm dúvidas sobre como usar o teste.

Veja a seguir um passo a passo detalhado.

O autoteste para covid-19 é um exame de antígeno realizado pela própria pessoa em sua casa. O resultado sai em cerca de 15 minutos. A rapidez pode ser explicada pelo mecanismo utilizado pelo teste para identificar ou não a presença do vírus nas amostras.

O teste de antígeno busca proteínas características da superfície do coronavírus. Ele é composto por anticorpos que são capazes de identificar estas proteínas. Ao encontrá-las, o teste dá positivo.

“A sensibilidade dos testes de antígenos é de 60% a 40%. Ele é um bom teste para quando o paciente está nos primeiros dias de infecção, apresentando os primeiros sintomas. Se ele der positivo, a pessoa está com covid. Mas se ele der negativo, é preciso continuar investigando, principalmente quando o paciente teve contato com outra pessoa com diagnóstico positivo”, explica o médico geneticista Salmo Raskin, diretor do Laboratório Genetika, de Curitiba.

O infectologista Leonardo Weissmann, médico do Instituto Emílio Ribas, em São Paulo, acredita que a liberação dos autotestes no Brasil ajudaria no controle da pandemia:

“O autoteste certamente seria uma ferramenta importantíssima para a população nesse momento. Isso desafogaria os centros de testagens e laboratórios, que estão lotados. Consequentemente, teríamos menos aglomerações, que sabemos que é um importante fator de risco para a transmissão do vírus. Além disso, o próprio indivíduo já pode se isolar diante de um resultado positivo, procurando o pronto atendimento, somente em caso de sinais de piora no quadro.”

Passo a passo

Há variadas marcas de autotestes para covid-19 no mundo e não saberemos quais produtos serão liberados para uso no Brasil. No entanto, o passo a passo a seguir é o descrito na maioria de autoexames caseiros para detectar a presença do coronavírus.

1) Lave as mãos — As mãos precisam estar limpas para evitar a contaminação do teste. Lave abundantemente com sabonete.

2) Abra o kit — Com cuidado, abra o kit do autoteste e coloque seus itens sobre uma superfície plana e limpa. Cheque se todos os itens do kit estão presentes: o cotonete, a tira de testes, o líquido reagente, o tubo e a tampinha conta-gotas.

3) Inicie o teste — Abra o envelope do cotonete sem encostar no algodão. Incline levemente a cabeça para trás e introduza o cotonete em uma narina até sentir uma pressão. Gire o cotonete por cinco vezes. Repita o processo na outra narina. É normal sentir uma leve ardência.

4) Coloque a amostra na solução

Abra a embalagem da solução e despeje dentro do tubo destinado para este fim. Coloque o cotonete com a parte de algodão em contato com o líquido. Faça movimentos circulares. Antes de tirar o cotonete, aperte o tubo de modo a espremer o algodão para que todo o líquido saia dele.

5) Use a tira de testagem

Tampe o tubo com o líquido com o conta-gotas. Coloque o cotonete dentro da embalagem que ele veio. É nela que esse item deve ser jogado fora. Vire o tubo e pingue de três a quatro gotas no local indicado. Espere por cerca de 15 minutos.

6) Interpretando o resultado — A tira de testagem vem com duas letras: T e C.

Resultado positivo: Se após os 15 minutos parecer duas listras vermelhas (uma do lado de cada letra), o teste deu positivo e você está com covid, e é preciso fazer o isolamento social.

Resultado negativo: Se após os 15 minutos parecer apenas uma listra vermelha ao lado da letra C, o teste deu negativo e você pode não estar com covid-19.

Resultado inválido: Se após os 15 minutos não aparecer nenhuma listra vermelha ou ela aparecer apenas ao lado da letra T, o teste está inválido e deve ser repetido em outro kit, seguindo todo o passo a passo novamente.

Possível liberação 

A Anvisa tem conversado com o Ministério da Saúde sobre o tema para que a aprovação avance. Atualmente, não é permitido no País o uso de testes para detecção de covid feitos em casa pela própria pessoa devido a uma outra resolução da agência.

No entanto, a própria resolução abre uma exceção, afirmando que a vedação “pode ser afastada tendo em vista políticas públicas e ações estratégicas formalmente instituídas pelo Ministério da Saúde e acordadas com a Anvisa”. Um exemplo foi a aprovação de uso de autotestes para o HIV.

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou que a Anvisa sinalizou positivamente em relação à autorização, mas pediu parecer da pasta. Segundo Queiroga, a pasta não deve adotar uma política de distribuição deste tipo de teste, mas recomendará a possibilidade de que sejam vendidos em farmácias.

Na semana passada, a Anvisa divulgou nota afirmando que a adoção do autoteste depende da implementação de política pública sobre o tema.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de em foco

Pfizer planeja produzir até 100 milhões de vacinas adaptadas para a ômicron no 1º trimestre
Estados e capitais adotam medidas de restrição após o avanço da ômicron
Deixe seu comentário
Pode te interessar
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa Na Tarde