Terça-feira, 27 de Fevereiro de 2024

Home Saúde Saiba quais são as perguntas que os homens fazem ao médico

Compartilhe esta notícia:

Você já ouviu aquela história contando que homem só vai ao médico quando é levado pela mulher? Funciona assim na sua casa? Não é lenda urbana, não! Pesquisas mostram que os homens vão muito menos ao urologista do que as mulheres ao ginecologista.

Eles também só procuram um médico quando os sintomas são insuportáveis. Como nós estamos no Novembro Azul, o mês tradicionalmente dedicado à saúde do homem, decidimos elencar as 4 dúvidas mais comuns dos homens quando eles aparecem nos consultórios médicos. São elas:

Disfunção erétil

A disfunção erétil pode ser sinal de uma doença física ou psicológica. Ela pode causar estresse, tensão no relacionamento e baixa autoconfiança. O principal sintoma é a incapacidade de um homem de ter ou manter uma ereção firme o suficiente para a relação sexual.

Pacientes que sofrem de disfunção erétil devem primeiro ser avaliados para verificar a presença de condições físicas e psicológicas subjacentes. Se o tratamento das condições subjacentes não ajudar, medicamentos e dispositivos auxiliares, como bombas, poderão ser prescritos.

Fertilidade

Diferentemente da mulher, o fator idade não é uma causa que influência com grande impacto a fertilidade masculina. Contudo, as causas de infertilidade masculina podem ser diversas e necessitam ser investigadas junto a um urologista especialista em infertilidade masculina.

Dentre as principais causas que propiciam a infertilidade nos homens estão a varicocele – dilatação anormal das veias testiculares, obesidade, tabagismo, uso de anabolizantes e infecções não tratadas. Quanto às infecções, é importante ressaltar que doenças sexualmente transmissíveis também podem levar à infertilidade.

Exames da próstata

Recomenda-se que os homens façam exames de próstata periodicamente a partir dos 40 anos. Se houver casos na família de câncer de próstata, a melhor idade para iniciar os exames deve ser previamente conversada com um médico, uma vez que a hereditariedade é um dos principais fatores de risco para a doença.

Câncer de próstata

Segundo as estimativas do Ministério da Saúde, em 2018, foram relatados 68.220 novos casos de câncer de próstata. Esses valores correspondem a um risco estimado de 66,12 casos novos a cada 100 mil homens, além de ser a segunda causa de morte por câncer em homens no Brasil, com mais de 14 mil óbitos.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Saúde

Exercício de estômago vazio queima 70% mais gordura
Brasil tem primeira morte pela subvariante BQ.1 do coronavírus
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa Na Tarde