Segunda-feira, 22 de Abril de 2024

Home Porto Alegre Série “Música no Paço Municipal” promove recitais gratuitos com a curadoria da Casa da Música

Compartilhe esta notícia:

Como parte das comemorações dos 250 anos de Porto Alegre, a Prefeitura da cidade, com o apoio e curadoria da Casa da Música, está promovendo uma nova série de recitais no Paço Municipal (Praça Montevidéu, 10 – Centro Histórico). Sempre na terceira terça-feira de cada mês, haverá um recital com músicos da cidade ou de outras localidades, de diversos gêneros musicais. 

A terceira apresentação ocorre em 21 de junho, às 18h, na qual participam a pianista Mariaclara Welker e o Duo Alves Marquetti, formado por Geovane Marquetti (violino) e Murilo Alves (violoncelo). O repertório passará por obras de Rachmaninoff, Nazareth, Villa-Lobos, Uslan, Beethoven, Glière e Aguiar. O evento tem entrada gratuita. 

Sobre a pianista Mariaclara Welker

Apresentou seu primeiro recital público com apenas oito anos de idade, na Casa da Música. Sob a orientação da pianista Olinda Allessandrini, tem sido convidada como recitalista, e já atuou várias vezes: em Porto Alegre, na Casa da Música, na Estação Musical, no Salão Mourisco e no Multipalco do Theatro São Pedro, além de recitais em Pelotas, Erechim e Montenegro. Em 2020, recebeu o prêmio “Revelação” no Concurso Jovens Solistas da Orquestra Sinfônica do Rio Grande do Norte, concorrendo com 122 candidatos de todo o país.

Foi a mais jovem musicista aprovada no Concurso “Jovens Solistas” da Orquestra de Câmara da Fundarte e por várias ocasiões foi solista com esta mesma orquestra. O concurso lhe rendeu convites para tocar com outras orquestras, como a Orquestra Filarmônica da PUCRS, a Orquestra Villa-Lobos e a Orquestra Sinfônica da Universidade de Caxias do Sul. Atuou com os regentes Antonio Carlos Borges Cunha, Manfredo Schmiedt, Márcio Buzatto, Fernando Cordella, Cecília Silveira e Matheus Kleber.

Foi selecionada para as audições de alunos do Festival de Piano de Ivoti e no V e VI Gramado in Concert, em Gramado. Participou como executante em masterclasses de Alexandre Dossin, Ney Fialkow, Guigla Katsarava, Melanie Chen e Raphael Lustchevsky. Sua formação pianística contou com as professoras Fernanda Anders, Viviane Matschulat, Catarina Domenici e Olinda Allessandrini.

Sobre o violinista Geovane Marquetti 

Natural de Volta Redonda (RJ), nascido em 1988, iniciou seus estudos de violino aos seis anos com a professora Maria José Evangelista. Foi orientado pelo professor Carlos Moreno no projeto “Volta Redonda Cidade da Música”. Mais tarde, foi aluno de Ricardo Amado, Paulo Bosísio e Ana de Oliveira. Em 2010, formou-se Bacharel em Violino pelo Centro Universitário de Barra Mansa (UBM).

Atuou como spalla na Orquestra de Cordas de Volta Redonda, Orquestra de Cordas da Mostra Internacional de Música em Olinda (MIMO) e Orquestra Musicâmara de Volta Redonda; de 2008 à 2015, com a Orquestra Sinfônica de Barra Mansa (OSBM), à frente do Ballet Kirov em 2011 e 2014, com o Ballet Alla Scala de Milão em 2012, com o Ballet Bolshoi em 2015 com a OSBM, nas temporadas 2019 e 2020 com a Orquestra Sinfônica de Caxias do Sul e 2020 e 2021 com a Orquestra Sinfônica de Gramado.

Foi professor em diversos projetos sociais: Volta Redonda Cidade da Música, Música nas Escolas de Barra Mansa, Casa da Cultura de Paraty, entre outros. Foi professor e regente no Festival Internacional Sesc de Música em 2020, com os alunos de orquestra em formação. Atua como violinista na Sphaera Mundi Orquestra e na Orquestra Sinfônica de Porto Alegre (OSPA).

Sobre o violoncelista Murilo Alves 

Natural do Rio de Janeiro, é Bacharel em Violoncelo e Mestre em Música pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO). Iniciou seus estudos com o professor Ronildo Alves, prosseguindo sua formação com Hugo Pilger. Foi bolsista DAAD-CAPES na Hochschule für Musik Karlsruhe na Alemanha, sob a orientação do professor Martin Ostertag, e bolsista do Ministério da Cultura na 50º Academia de Música Tibor Varga em Sion, na Suíça.

Fotos: Casa da Música/Divulgação

Integrou a Orquestra Filarmônica de Goiás e a Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal do Rio de Janeiro. Foi vencedor do Concurso de Solistas da Orquestra Sinfônica da UNIRIO e recebeu a premiação de Melhor Interpretação de Música Contemporânea do séc. XX e XXI no 1° Concurso Eduardo Tagliatti, em 2011. Atuou como professor de violoncelo nos projetos “Aprendiz” e “Bem-me-quer Paquetá”, no Rio de Janeiro, bem como no 10° Festival Internacional de Música de Pelotas. É violoncelista da OSPA desde 2017.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Porto Alegre

Pessoas de 59 anos poderão receber quarta dose de vacina contra Covid em Porto Alegre
Hospital de Pronto Socorro de Porto Alegre faz ação para sensibilizar sobre doação de sangue
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa Na Madrugada