Quarta-feira, 29 de Maio de 2024

Home Polícia Servidor público que matou cachorro a pauladas é condenado a mais de seis anos de prisão no Litoral Sul gaúcho

Compartilhe esta notícia:

A pedido do MP (Ministério Público), a Justiça condenou um homem a seis anos, três meses e 18 dias de prisão por maus-tratos que resultaram na morte de um cachorro conhecido como Costela, em Rio Grande, no Litoral Sul do RS. O réu é servidor público municipal. O julgamento ocorreu nesta semana

O crime, cometido no dia 15 de janeiro de 2022 em uma garagem coletiva localizada na rua Benjamin Constant, gerou comoção na comunidade e profunda indignação pública.

Conforme a denúncia do MP, o cão, da raça buldogue inglês, sofreu diversos golpes com um porrete. Após cometer o crime, o homem afirmou que estava se defendendo de um ataque do animal. Testemunhas dizem que o cachorro era dócil. Imagens de câmeras de segurança mostram o cão correndo pela garagem antes de ser golpeado.

Além da pena privativa de liberdade, que será cumprida em regime semiaberto, também foi determinado o pagamento de multa e indenização por danos materiais no valor de R$ 5.175 para manutenção da cadela Charlotte – irmã do cão morto – em um estabelecimento veterinário.

A denúncia do MP incluía ainda os delitos de maus-tratos contra Charlotte e posse de munição. Entretanto, o réu foi absolvido de ambas as acusações. O MP estuda recorrer da decisão.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Polícia

Ministério Público denuncia dono de mercado por tortura a uma criança e um adolescente em Caxias do Sul
“Isso tem que ser feito com sabedoria e calma”, diz presidente da Petrobras sobre nova política de preços da estatal
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Show de Notícias