Terça-feira, 16 de Abril de 2024

Home em foco Servidores da Controladoria-Geral da União anunciam paralisação na próxima quarta-feira

Compartilhe esta notícia:

Os servidores da Controladoria-Geral da União (CGU) decidiram paralisar as atividades na próxima quarta-feira (6) e iniciar uma operação padrão, em busca do reajuste salarial. A paralisação deve impactar a entrega de relatórios de auditorias. A deliberação teve o apoio de 95% dos participantes.

Os servidores da CGU, integrantes da mesma carreira dos servidores do Tesouro Nacional — que já decidiram por cruzar os braços nesta sexta (1º) e na próxima terça (5) —, pedem a abertura de uma negociação com vistas à recomposição salarial.

As perdas inflacionárias sobre as remunerações podem chegar a 40% neste ano, se não houver um reajuste.

Banco Central 

Os servidores do Banco Central (BC) entraram em greve nesta sexta, após um período de paralisações diárias parciais. O movimento pode afetar os trabalhos da autoridade monetária e prejudicar o funcionamento de sistemas por trás do Pix, da Selic e da pesquisa Focus.

Fábio Faiad, presidente do Sindicato Nacional dos Funcionários do Banco Central (Sinal), que, mesmo que o Pix tenha um esquema de contingência, o monitoramento será precário, e o atendimento aos usuários ficará prejudicado.

O BC diz ter planos para manter o funcionamento dos sistemas críticos, como Sistema de Transferência de Reserva, Pix e Selic, entre outros.

O Sinal diz que a greve poderá interromper parcialmente o sistema de pagamentos instantâneos e a distribuição de cédulas e moedas.

O monitoramento e a manutenção do Sistema de Pagamentos Brasileiro (SPB) e do Departamento de Operações do Mercado Aberto (Demab) também correm risco de ser afetados.

Os trabalhadores pedem recomposição salarial de 26,3% e reestruturação da carreira de analistas e técnicos.

Os servidores estão sem reajuste há três anos. A remuneração dos técnicos varia de R$ 7,5 mil a R$ 12,5 mil, enquanto os analistas ganham entre R$ 19 mil e R$ 27 mil.

Cerca de 700 servidores com cargo comissionado dos mil do órgão entregaram suas posições até o dia 31.

A categoria não é a única a se movimentar por melhores salários.

Trabalhadores do Tesouro Nacional intensificaram a operação-padrão e também vão paralisar suas atividades nesta sexta. Servidores da Controladoria-Geral da União (CGU) e da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) preparam ações parecidas.

Há um descontentamento crescente entre funcionários públicos desde que o presidente Jair Bolsonaro acenou para um aumento aos policiais federais.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de em foco

Congresso diz ao Supremo que não conseguiu reunir dados sobre a liberação das emendas de relator
Pandemia de coronavírus já matou 39.076 gaúchos
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa News