Segunda-feira, 26 de Fevereiro de 2024

Home em foco Tite é criticado por apostar em Daniel Alves

Compartilhe esta notícia:

Daniel Alves não foi à Copa do Mundo da Rússia, em 2018, porque sofreu grave contusão no joelho pouco antes da competição. Tinha 35 anos. Seu nome foi incluído por Tite no grupo que irá à Copa do Catar, apesar de, aos 39 anos, estar apenas treinando para manter a forma. Porém, o treinador confia cegamente no lateral e deu de ombros para as críticas e a polêmica em torno da convocação.

“O critério (da convocação) do Daniel Alves é o critério de todos. Ele premia qualidade técnica individual, premia seu aspecto físico e traz seu aspecto mental. Tal qual os outros. Alguns com mais de uma qualidade, outros com mais de outra”, justificou Tite ontem, ao ser questionado sobre sua preferência pelo veterano.

O atleta jogará no Catar o seu terceiro Mundial, depois de representar a seleção em 2010 e 2014. “As lágrimas que eram de tristeza há quatro anos hoje são de alegria”, afirmou o jogador. “Por isso a frase clichê ‘nunca desista dos seus sonhos’ é real e eu estou aqui pra comprovar isso”.

Daniel Alves usou poucas palavras para se defender das críticas. “Não estou aqui para agradar a todos. Não é o meu objetivo”, argumentou o lateral-direito, que avisou que pretende “não falhar com aqueles que confiam na minha entrega, dedicação e amor que sinto por vestir a camisa da seleção brasileira”.

Segundo Daniel Alves, a convocação representa “mais um dia de vitória”. “Foi um processo árduo e duro, mas valioso. O esforço e o sacrifício valem a pena”.

Preferências

Tite sempre gostou muito de Dani Alves tanto por suas virtudes técnicas e táticas e também por seu espírito de liderança. E disse que a maneira como a seleção brasileira joga facilitará a vida do lateral.

“Os laterais na equipe não atuam como pontas. São laterais construtores. E a qualidade técnica e individual que o Dani Alves empresta neste quesito de criação é impressionante, para ser um organizador, um articulador.”

No entanto, a última experiência de Daniel Alves no futebol não foi nada animadora. Ele acertou contrato com o Pumas, mediano time do futebol mexicano, porque precisava arranjar um lugar para se manter em atividade justamente visando a Copa do Mundo. Sua passagem pela equipe, porém, foi muito ruim.

Dani jogou apenas 12 vezes pelo Pumas – que foi eliminado do Torneio Apertura mexicano ao ser o antepenúltimo colocado entre 18 participantes – recebeu inúmeras críticas por seu futebol considerado ruim e nos últimos tempos vem treinando com a equipe do Barcelona B para tentar manter a forma física.

O preparador físico da seleção, Fabio Mahseredjian, atestou que o lateral está bem fisicamente. “Ele estava com baixos níveis de potência e força. Isso foi falado a ele. Eu disse que precisava melhorar e ele me respondeu: ‘Missão dada, missão a ser cumprida e será cumprida’. Ele é o mesmo Dani Alves que veio conosco em 2022 (nas convocações para amistosos) e na Olimpíada de 2021. No aspecto físico, ele se encontra apto”, garantiu.

As questões sobre Daniel Alves deixaram Tite desconfortável. O treinador ficou irritado ao ser informado por uma repórter que a convocação do lateral vinha sendo reprovada no Twitter. “Que referência é o Twitter com os milhões de torcedores que temos? Eu não vim para agradar as pessoas que estão nas redes sociais”, completou.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de em foco

Copa do Mundo do Catar: Pedro comemora a convocação com pedido de casamento
Médicos orientam aplicação de dois reforços contra covid; 5ª dose não é necessária agora
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Atualidades Pampa