Sábado, 24 de Fevereiro de 2024

Home Mundo Torre Eiffel apagada mais cedo: como crise de energia afeta turismo na Europa

Compartilhe esta notícia:

A crise energética em alguns países da Europa tem feito pontos turísticos que antes eram conhecidos pela iluminação ficarem mais escuros. O velho continente também tem limitado o uso de aquecedores com a proximidade do inverno.

Em Paris, conhecida como a Cidade Luz, vários pontos turísticos estão desligando a iluminação mais cedo. As luzes da Torre Eiffel, por exemplo, estão sendo apagadas todos os dias às 23h45 do horário local – 1 hora e 15 minutos antes do convencional – desde 23 de setembro.

As luzes da pirâmide do museu do Louvre estão sendo apagadas duas horas antes do normal, e as do Palácio de Versalhes, uma hora antes.

Champs-Élysées

Na avenida Champs-Élysées, as luzes serão desligadas diariamente três horas antes do normal a partir de 15 de outubro. Medidas de economia de energia também deverão afetar decorações de Natal, que ficarão menos iluminadas do que em anos anteriores.

A preocupação com o consumo de energia na Europa cresceu após cortes no fornecimento por parte da Rússia. Outros países europeus são mais dependentes do gás russo, mas a França tem aumentado a importação de energia em meio a interrupções de alguns de seus reatores nucleares.

Redução do consumo

Em Paris, o objetivo do plano de emergência é diminuir o consumo de energia da cidade em 10%. Além da iluminação de pontos turísticos, o limite de aquecimento de prédios públicos foi reduzido de 19 ºC para 18 ºC de dia e para 12 ºC à noite e nos fins de semana, quando os imóveis estiverem vazios.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Mundo

Supremo manda para a Justiça Federal notícia-crime de advogados sobre denúncias de Damares
PT tenta atrair Eduardo Leite para oposição a Bolsonaro no Rio Grande do Sul
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa News