Domingo, 03 de Julho de 2022

Home Brasil Última chance para doar e garantir desconto no Imposto de Renda

Compartilhe esta notícia:

Com o avanço da vacinação contra a covid-19 e a reabertura econômica, o número de doações no país caiu. Segundo pesquisa do Instituto Locomotiva, apenas 35% dos brasileiros realizaram este ano alguma doação, contra 72% em 2020.

Mas ainda há tempo. E praticar uma boa ação até o fim do ano pode ainda render desconto de até 6% no Imposto de Renda (IR) para quem opta pela declaração completa.

André Mendes Moreira, advogado do escritório Sacha Calmon, explica que até o dia 31 é possível fazer doações incentivadas diretamente para as instituições que se deseja apoiar.

É possível apoiar projetos de saúde, cultura e esporte. Ou ainda destinar recursos para Fundos dos Direitos da Criança e do Adolescente ou Fundos do Idoso.

“A dedução é limitada a 6% do IRPF apurado, e apenas quem faz a declaração pelo modelo completo pode usufruir do abatimento”, afirma Moreira.

Repasse 

A Receita Federal orienta que, após fazer o depósito, o contribuinte deve enviar o recibo digitalizado para o e-mail indicado pelo conselho (municipal, estadual ou federal) e solicitar o recibo da destinação, que deve ser guardado por cinco anos.

Depois, para ter o valor deduzido na declaração, basta informar a doação na ficha “doações efetuadas”. A quantia, então, é abatida do imposto a pagar ou adicionada à restituição a receber.

Para facilitar a escolha da instituição, o advogado e especialista em leis de incentivo Renato Paixão, de 47 anos, idealizou o movimento IR do Bem. Desde 2013, o site reúne mais de 200 projetos de esporte e cultura.

Maioria em dezembro

Paixão afirma que, pelos registros do IR do Bem, 80% das contribuições ocorrem no mês de dezembro. Ainda assim, o volume total é baixo:

“Menos de 1% da população faz o direcionamento do imposto devido por falta de conhecimento. É um investimento social ‘gratuito’, já que o valor total doado volta para você, respeitando o limite máximo. É a oportunidade de transformar o seu imposto em algo que muda vidas.”

Quem não conseguir doar até 31 de dezembro de 2021 tem uma última opção: fazer a doação diretamente por meio do formulário da declaração do IRPF.

Nesse caso, as opções ficam mais restritas. O sócio de impostos da EY Antônio Gil ressalta que é possível doar apenas 3% do imposto devido para Fundos do Idoso e outros 3% para Fundos dos Direitos da Criança e do Adolescente.

Na própria aba de doações do programa, o contribuinte deve eleger o nível — nacional, estadual ou municipal — e a causa que deseja ajudar.

“As doações são abatidas diretamente do imposto devido. Se você tem que pagar R$ 2 mil e doou R$ 100, isso significa que você terá que pagar somente R$ 1.900.”

Segundo a Receita Federal, em 2021, houve repasse de R$ 115,7 milhões referentes a doações de 91.585 contribuintes em todo o Brasil.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

Brasil registra 95 mortes por Covid em 24 horas; média móvel cai para 100 com apagão de dados
França tem mais de 90 mil casos de covid em 24 horas e bate recorde
Deixe seu comentário
Pode te interessar
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa News