Quinta-feira, 18 de Julho de 2024

Home Tecnologia Usuários relatam superaquecimento de iPhones 15 Pro Max

Compartilhe esta notícia:

O iPhone 15 Pro e iPhone 15 Pro vêm sofrendo com superaquecimento, com temperaturas ultrapassando os 40ºC, de acordo com relatos de usuários. Nos últimos dias, donos dos modelos premium têm publicado, principalmente no X (antigo Twitter), suas experiências com o problema. Especialistas do portal Android Authority realizaram testes de temperatura e compararam o aquecimento do iPhone 15 Pro, Galaxy S23 Ultra e Pixel 7 Pro em diferentes usos. Nos experimentos, o celular da Apple sempre foi o modelo que mais esquentou. No entanto, a temperatura não chega a um valor perigoso, que machuque a mão do usuário.

Apesar de o iPhone 15 Pro ser o que mais esquenta, a diferença dele para os outros não é drástica. Entretanto, quando é exigido mais do processador, a temperatura do celular sobe rapidamente. Em um teste de estresse da CPU por cinco minutos, por exemplo, o iPhone 15 Pro chegou a 41,4º C – temperatura acima do nível em que um usuário consegue segurar o telefone sem se machucar. Já com o teste acontecendo por dez minutos, a temperatura chegou a alarmantes 47,4º C.

Como os modelos da nova linha Pro vêm com corpo em titânio, especialistas sugerem que o superaquecimento ocorre devido ao design do aparelho, que dificultaria a dissipação do calor. Além disso, há indícios de que o superaquecimento acontece também por conta do processador A17 Pro, que esquenta durante tarefas que exigem mais do chipset. Apesar dos relatos e da opinião dos especialistas, a Apple não se pronunciou sobre o problema até o momento.

Caso a Apple resolva adotar alguma medida de maneira oficial para resolução do problema, provavelmente será reduzir a capacidade do processador – que foi amplamente divulgado pela empresa como um chip para alta performance.

Brasil

O aparelho de entrada é o iPhone 15, com tela de 6,1 polegadas, câmera traseira dupla, chip A16 Bionic (de 2022), entrada USB-C e a Ilha Dinâmica. Com capacidade de 128 GB, 256 GB e 512 GB, o smartphone é vendido a partir de R$ 7,3 mil nas cores rosa, azul, verde, amarelo, branco e preto.

O iPhone 15 Plus é o irmão de tamanho maior, com tela de 6,7 polegadas. De resto, trata-se de um celular exatamente igual ao iPhone 15 “normal”. Por conta do display maior, os preços também crescem, saindo de R$ 8,3 mil e indo até R$ 10,6 mil, a depender da capacidade de armazenamento.

Os dois destaques da família ficam com a família “Pro”. O iPhone 15 Pro traz tela de 6,1 polegadas, câmera traseira tripla, chip A17 Pro (de 2023), entrada USB-C, acabamento lateral em titânio e o novo Botão Ação, que permite customizar a função do clique. As cores disponíveis são grafite, azul, branco e preto e os preços vão de R$ 9,3 mil a R$ 13,1 mil.

Já o iPhone 15 Pro Max traz as mesmas cores, mas num tamanho maior, já que a tela é de 6,7 polegadas. Ainda, ao contrário dos anos anteriores, o modelo tem um recurso exclusivo: a lente teleobjetiva é mais potente, com zoom óptico de até 5x — antes, era 3x. Isso permite simular imagens como se fossem tiradas de uma lente de 120 milímetros de uma câmera profissional. Os preços partem de R$ 10,1 mil e vão até R$ 14 mil, com capacidade máxima de 1 TB.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Tecnologia

Moda duvidosa: ressonância total vira hit entre celebridades
Brasil aprova o uso do Wegovy para sobrepeso e obesidade infantil
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Show de Notícias