Segunda-feira, 15 de Agosto de 2022

Home Tecnologia A era do iPod acabou, mas restam dúvidas sobre o aparelho da Apple

Compartilhe esta notícia:

Quando a Apple reconheceu de forma discreta o fim do iPod no início de maio, alguns ficaram nostálgicos pela trilha sonora codificada digitalmente da juventude. Outros foram rápidos em nos dizer que seus velhos reprodutores de mp3 continuam funcionando como se ainda fosse 2004. E um número grande de pessoas ficou com dúvidas.

Como recuperar tudo que está na memória do meu iPod? A Apple ainda conserta essas coisas? E, mais importante ainda para alguns: onde devemos escutar música agora?

Resgatar suas antigas músicas e vídeos. Sem dúvidas é possível extrair as mídias de iPods, até mesmo daqueles mais antigos. O processo pode ser um pouco complicado, entretanto – não importa se você vai usar um Mac ou PC, terá que verificar se seu computador pode visualizar arquivos ocultos e vasculhar toda a estrutura de armazenamento do seu iPod. Assim que conseguir fazer isso, poderá arrastar e soltar os arquivos direto no seu computador, mesmo que ele não seja o mesmo usado anteriormente com seu iPod.

Mas se você estiver disposto a gastar um pouco, há um modo mais fácil. Um aplicativo chamado iMazing funciona para transferir as músicas da sua adolescência.

Se você estiver querendo recuperar um pequeno número de músicas e vídeos, talvez nem precise pagar pelo serviço – o iMazing permite a transferência de 50 arquivos de um iPod para um computador gratuitamente. Acima dessa quantidade será preciso desembolsar algum dinheiro. A empresa cobra a taxa única de US$ 34,99 pelo uso do aplicativo com um dispositivo da Apple, e o valor pode subir dependendo de quantos iPods você queira extrair conteúdo.

Encontrar um novo tocador de músicas. A Sony ainda fabrica alguns reprodutores de música portáteis da marca Walkman e a SanDisk (empresa mais conhecida pela produção de chips de armazenamento para outros gadgets) também tem uma linha de minúsculos tocadores de música “Clip”.

A desvantagem? A menos que você encontre uma boa oferta em um aparelho da Sony, muitos daqueles com preços acessíveis não valem tanto a pena. E aqueles que funcionam – e soam – como estrelas do rock podem custar mais do que a maioria das pessoas espera. Este da marca coreana Astell & Kern custa US$ 749, e é o modelo mais barato fabricado por ela.

Aqui vai o que eu recomendaria. Durante anos, a LG (empresa mais conhecida por TVs e eletrodomésticos) produziu smartphones com qualidade de som maravilhosa quando usados com os fones de ouvido certos. O segredo? Ela era quase a única empresa que usava conversores digital-analógico (DACs, na sigla em inglês) de qualidade em seus dispositivos. Fica a dica para aqueles que ainda gostam de ouvir uma boa música.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Tecnologia

Você pode estar se recuperando dos treinos de forma errada
WhatsApp testa função que libera criação de grupos com até 512 participantes
Deixe seu comentário
Pode te interessar
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Atualidades Pampa