Sexta-feira, 21 de Junho de 2024

Home em foco American Airlines cancela mais de 1.400 voos por falta de funcionários e mau tempo

Compartilhe esta notícia:

A empresa American Airlines cancelou mais de 1.400 voos neste fim de semana devido à falta de funcionários e ao mau tempo. A companhia aérea dos EUA afirmou que foram suspensos 551 voos no sábado (30); 480 neste domingo (31); além de 376 na última sexta-feira (29). O FlightAware, site de rastreamento de voos, disse também que a American atrasou mais de 1.000 voos desde sexta.

Em comunicado oficial, a companhia aérea informou que com as questões climáticas complicadas, a sua equipe passou a encontrar problemas, pois a tripulação acabou saindo das suas sequências de voos em busca de soluções. A empresa pontuou ainda que espera superar este período de operações irregulares em breve. Os itinerários afetados não foram divulgados.

Novos ventos

Após anunciar o corte de pelo menos 19 mil funcionários por conta dos efeitos da pandemia da Covid-19, a American Airlines está trabalhando para contratar mais funcionários, focada na movimentada temporada de férias. A expectativa é um aumento de trabalhadores em todas as operações, com quase 1.800 comissários de bordo retornando de licença e mais de 600 comissários recém-contratados, previstos para iniciarem as atividades no final de dezembro.

Vale destacar que em setembro deste ano, a empresa americana fechou um acordo de exclusividade de compartilhamento de voos com a empresa aérea brasileira Gol válido por três anos. A ação foi vista como positivo para a companhia nacional por ter aumentado a sua liquidez para cerca de R$ 5,2 bilhões.

A American Airlines não foi a primeira companhia aérea a sofrer com a falta de pessoal, à medida que a demanda por viagens aumentou com as vacinações e o levantamento das restrições. No início deste mês, a Southwest cancelou quase 2.400 voos em um período de três dias, culpando o clima desfavorável e problemas de tráfego aéreo na Flórida.

Por isso, a Southwest também disse que está contratando de “forma agressiva”, com objetivo de ter cerca de 5.000 novos funcionários até o final deste ano.

Céus do Brasil

Impulsionado pelo feriado da independência, quando cerca de 1,5 milhão de pessoas voaram pelo País, o mês de setembro apresentou alta de 6,2% no número de passageiros transportados no Brasil. Os dados foram divulgados na última semana pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Ao todo, mais de 5,8 milhões de pessoas passaram pelos aeroportos nacionais, ocupando em média 81,2% da capacidade das aeronaves e totalizando 41 milhões no acumulado do ano.

Alguns aeroportos do país registraram recordes no período, como é o caso de Brasília e o de Viracopos (SP). Segundo a Inframerica, responsável pelo terminal da capital brasileira, mais de um milhão de usuários e 10 mil pousos e decolagens foram registrados em setembro. No aeroporto paulista, o último mês registrou o maior movimento do ano com 917,3 mil passageiros pousando e decolando. O índice ultrapassou os números de 2019, quando 857,6 mil pessoas estiveram no terminal.

O aeroporto de Guarulhos, também em São Paulo, registrou uma movimentação de cerca de 2,2 milhões de passageiros, alta de 60,4% quando comparado com setembro de 2020, segundo a GRU Airport. Em Recife (PE), o aeroporto da cidade recebeu 681 mil pessoas, que representam 96% dos viajantes do mesmo período de 2019. Na capital cearense, o número foi de 360 mil.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de em foco

Aborto: a menina de 11 anos que desistiu de interromper gravidez fruto de estupro após pressão da Igreja
Adiamento de cirurgias foi uma das perdas no sistema de saúde
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Show de Notícias