Quarta-feira, 24 de Julho de 2024

Home em foco Aplicativo de namoro: grupo é preso em flagrante após criar perfis falsos e sequestrar vítima

Compartilhe esta notícia:

A polícia militar de São Paulo prendeu três homens em flagrante, na última quinta-feira (13), acusados de aplicarem golpes em aplicativos de namoro: os chamados “golpes do amor”. Os suspeitos foram presos em Jaraguá e Brasilândia, bairros da Zona Norte da cidade.

O golpe consistia na criação de perfis falsos em aplicativos de relacionamento, onde os criminosos combinavam encontros com possíveis vítimas, a fim de realizar um sequestro no local marcado. Antes das prisões, a PM do estado fazia um policiamento na região – já ciente do sequestro, quando, ao se aproximar de um carro, o motorista iniciou a fuga.

A PMESP conseguiu alcançar o carro e, após acompanhamento, foi constatado que nada ilícito havia sido encontrado. Entretanto, ao ver a movimentação, a vítima pediu ajuda aos policiais e contou que havia conseguido fugir do cativeiro, apontando o motorista do carro como um dos envolvidos no crime.

Segundo nota da Secretaria de Segurança de São Paulo, o homem relatou que os seus comparsas estavam armados e que haviam roubado o celular e a carteira da vítima, além de obrigá-la a realizar transferências bancárias.

A polícia localizou o endereço do cativeiro, que ficava em Brasilândia, pelo sinal de GPS do celular da vítima e prendeu dois suspeitos no local. Além disso, um segundo carro e mais de 200 porções de drogas foram apreendidas.

Outros dois membros do bando conseguiram escapar e seguem foragidos.

“O caso foi registrado como roubo de veículo, extorsão de pessoa, tráfico de drogas, localização e apreensão de veículo e objeto no 72° Distrito Policial (Vila Penteado). A autoridade policial solicitou à Justiça a conversão das prisões em flagrante para preventiva. O caso segue em investigação para a localização dos demais envolvidos”, escreveu a Secretaria de Segurança de São Paulo, em nota.

Golpe do amor

Aplicativos de relacionamento como Tinder, Bumble e Happn têm sido usados frequentemente por criminosos para enganar vítimas que são levadas a falsos encontros, onde chegam a ser sequestradas e extorquidas.

O crime, conhecido como o “golpe do amor”, chegou a corresponder nove em cada dez casos de sequestros relâmpagos em São Paulo, em 2023, conforme dados da Polícia Civil. Eles ainda apontam que a cada três dias uma pessoa é vítima desse tipo de crime no estado.

E nos últimos três anos, a Polícia Civil de São Paulo prendeu 52 mulheres usadas por quadrilhas como iscas para atrair homens. Nesse tipo de golpe, os bandidos usam sites e aplicativos de relacionamento se passando por outra pessoa para marcar encontros falsos com as vítimas.

Quando a pessoa chega ao local combinado, ela é rendida por bandidos e feita refém. Os criminosos chegam a fazer transferências bancárias via PIX e a roubar objetos e veículos.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de em foco

PUC do Rio pode entrar na Justiça para abrir faculdade de Medicina
Limpeza de escolas ganha agilidade com contratações simplificadas e auxílio de diferentes órgãos
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Atualidades Pampa