Terça-feira, 24 de Maio de 2022

Home Variedades Apple Music declara ser “o lar de Neil Young” após roqueiro romper com Spotify

Compartilhe esta notícia:

A Apple Music resolveu promover playlists de Neil Young e mostrar seu apoio ao músico, depois que ele decidiu remover sua obra do catálogo do Spotify devido ao seu descontentamento com a presença de podcasts negacionistas na plataforma, sobretudo, o “The Joe Rogan Experience”, do comediante antivacina Joe Rogan.

A novidade surgiu na última quinta-feira (27). Young se tornou um dos principais destaques na página inicial da Apple Music, que agora se intitula “a casa de Neil Young”. A plataforma criou uma seção especial chamada “We love Neil Young” para apoiar o cantor e mandou notificações push para os fãs do artista.

Na conta oficial da Apple Music no Twitter é possível encontrar um link para a seção com vídeos, álbuns e os singles mais populares do artista.

Caso

Na última quarta-feira (26), o cantor de folk rock mandou um ultimato ao Spotify de que não permaneceria na plataforma caso ela continuasse a hospedar conteúdo desinformativo e negacionista, principalmente o podcast de Joe Rogan, porém o streaming negou o pedido e escolheu manter o podcast do comediante.

O “The Rogan Experience”, que custou US$ 100 milhões (R$ 540 milhões) aos cofres do Spotify, é conhecido por espalhar fake news sobre a pandemia de covid-19, com afirmações que questionam a eficácia das vacinas contra a doença, além de defender a utilização de tratamentos alternativos ineficazes.

De acordo com o próprio Young, o Spotify representava 60% da sua receita de streaming global, o que significava uma grande perda para a sua gravadora. No entanto, músico manteve sua posição pois segundo ele “não poderia continuar a apoiar a desinformação do Spotify que ameaça a vida do público amante da música”.

Onda de cancelamentos

Diversos usuários do Spotify ficaram indignados com a situação e demonstraram interesse em mudar de serviço, as plataformas de música da Apple, Amazon, YouTube, Deezer e Tidal foram algumas das opções consideradas pelos consumidores. Além disso, a hashtag “#cancelspotify” foi um dos destaques no Twitter nesta semana. Alguns usuários também publicaram postagens na rede social em que mostravam a tela de cancelamento do serviço.

Alguns usuários reclamaram de problemas para cancelar o Spotify desde o anúncio da saída de Young e muitos não conseguem entrar em contato com o serviço de atendimento ao cliente do app, que tem enfrentado dificuldades devido ao número alto de solicitações, de acordo com o site da própria plataforma.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Variedades

Entenda o que é e quais são os sintomas do retinoblastoma, câncer da filha de Tiago Leifert
Choque de estágio de foguete na Lua não poderá ser visto em tempo real
Deixe seu comentário
Pode te interessar
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa Na Madrugada