Domingo, 14 de Julho de 2024

Home Mundo Bolsonaro e Milei falam por chamada de vídeo após vitória do ultraliberal

Compartilhe esta notícia:

O presidente eleito da Argentina, Javier Milei, conversou na manhã desta segunda-feira (20) por meio de uma chamada de vídeo com o ex-presidente brasileiro Jair Bolsonaro após a vitória nas eleições de domingo (19). A informação foi confirmada pelo filho do ex-presidente e deputado federal Eduardo Bolsonaro, em suas redes sociais.

“Excelente chamada de vídeo de Jair Bolsonaro e o presidente eleito da Argentina, Javier Milei”, escreveu Eduardo em suas redes sociais, compartilhando um print da chamada entre os três.

Ainda de acordo com Eduardo, Bolsonaro teria afirmado a Milei que sua vitória era “importante não apenas para a Argentina, mas para todo o mundo”.

O filho do ex-presidente também repercutiu afirmações do presidente eleito argentino, que, durante a campanha, acusou o peronista Sergio Massa, seu opositor e atual ministro da Economia, de recorrer à ajuda do governo brasileiro.

“Lula tentou interferir na eleição argentina a favor de Massa, o candidato do Foro de SP, mas não obteve sucesso”, escreveu Eduardo.

O deputado, que liderou uma comitiva de parlamentares bolsonaristas a Buenos Aires durante o primeiro turno da eleição presidencial, afirmou ainda que ele e o pai receberam um convite de Milei para comparecer à posse presidencial, que deve acontecer em 10 de dezembro.

“Estaremos em Buenos Aires”, afirmou.

No X, antigo Twitter, Bolsonaro também falou sobre a ligação.

“- Recebi agora telefonema de Javier Milei, onde o cumprimentei pela vitória, bem como fui convidado para sua posse. – Hoje [segunda] a Argentina representa muito para todos aqueles que amam a democracia e respiram liberdade.”

A eleição de Javier Milei no 2º turno, com 55,69% dos votos válidos contra 44,30% de Massa, representou a derrota mais expressiva para os peronistas nos últimos 40 anos. O peronismo é um movimento político da Argentina iniciado na década de 1940 com o então presidente Juan Domingo Perón. Ao derrotar o atual ministro da Economia da Argentina, Sergio Massa, Milei se tornou o quarto presidente não peronista desde a redemocratização do país, após o período militar de 1976 a 1983. O presidente eleito argentino será empossado em 10 de dezembro, sucedendo o atual chefe do Executivo Alberto Fernández.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Mundo

Novo presidente da Argentina confirma plano de fechar o Banco Central e prevê controlar a inflação em até 2 anos
Lula só deveria ligar para Milei após argentino pedir desculpas, diz ministro
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa News