Domingo, 22 de Maio de 2022

Home Rio Grande do Sul Bombeiros gaúchos reforçam trabalhos de busca por vítimas em Petrópolis, no Rio de Janeiro

Compartilhe esta notícia:

O Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Sul (CBMRS) prestará apoio às operações de busca na cidade de Petropólis, localizada na região serrana do Rio de Janeiro e devastado por tempestades seguidas de deslizamentos de morros na terça-feira passada (15). As autoridades fluminenses contabilizam 146 mortos pela tragédia e mais de 200 desaparecidos.

De acordo com o governo gaúcho, o auxílio será feito por meio do envio de quatro duplas, conhecidas como “binômios” devido ao fato de serem formadas por bombeiros militares e cães. Eles partiram de Porto Alegre na sexta-feira (18), em comboio terrestre de furgões com estrutura adequada também para os animais.

Participam da missão o primeiro-sargento Alexandre Furtado Silveira acompanhado da cadela “Guria”, o soldado Éderson Luis Lima Gomes com o seu parceiro canino “General”, o soldado Estefânio Guinazu Bernardes com a cadela “Molly” e segundo-sargento Alex Sandro Teixeira Brum com “Guapo”.

Brum e “Guapo” já atuaram nos trabalhos de busca e resgate na tragédia de Brumadinho, ocorrida no Interior de Minas Gerais em janeiro de 2019.

Em agosto do ano passado, o CBMRS promoveu uma Certificação Estadual de Binômios, em Santa Maria (Região Central do Estado). Com provas de busca e salvamento em áreas rurais e urbanas, a certificação habilitou 21 duplas de bombeiros militares e cães para as operações de resgate.

Força-tarefa

O Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro atua em Petrópolis com uma força-tarefa. São equipes especializadas em busca com cães em operações de salvamento em desastres, e em resgate em estruturas colapsadas.

Eles já receberam o reforço de pelo menos oito Estados, com foco na busca de corpos de vítimas em um terreno tomado por lama e entulho: São Paulo, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Minas Gerais e Santa Catarina. A missão gaúcha tinha chegada prevista para este sábado.

A cidade já conta com reforço de 36 cães farejadores. Alguns dos animais são os mesmos que atuaram nas buscas por desaparecidos nas chuvas que atingiram cidades da Bahia, em janeiro deste ano.

Praticamente todos os Estados ofereceram ajuda. Para os próximos dias, está prevista a chegada de mais homens e cães de Tocantins, Sergipe, Paraíba, Distrito Federal, Mato Grosso, Alagoas e Paraná). As equipes desembarcam na capital fluminense e seguem direto para Petrópolis.

O governador do Rio de Janeiro, Claudio Castro (PL), agradeceu a iniciativa: “Muito obrigado aos governadores, aos comandantes dos Corpos de Bombeiros brasileiros que estão se juntando a nós”.

Conforme a Defesa Civil do Rio de Janeiro, bombeiros trabalham de forma ininterrupta desde a tarde de terça-feira (15) nas operações de busca e resgate de vítimas. As equipes estão distribuídas por todos os locais críticos

(Marcello Campos)

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Rio Grande do Sul

De olho na vice-liderança no Gauchão, Inter encara neste domingo o São José-POA
Governo gaúcho e Ministério Público combatem a evasão escolar provocada pela pandemia
Deixe seu comentário
Pode te interessar
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa News