Quinta-feira, 13 de Junho de 2024

Home em foco Deputado britânico é o primeiro a se declarar transgênero

Compartilhe esta notícia:

Um deputado galês foi elogiado por sua coragem depois de publicar nas redes sociais que foi diagnosticado com disforia de gênero e foi vítima de estupro e chantagem. Jamie Wallis, eleito em 2019, é o primeiro parlamentar britânico a se assumir trans.

O deputado usou um comunicado publicado no Twitter para se assumir. “E sou trans. Ou para ser mais preciso, eu quero ser”, escreveu.

Na mensagem, o parlamentar conservador de Bridgend revelou ainda que foi vítima de chantagem por um homem que enviou fotos para sua família e exigiu 50 mil libras (cerca de R$ 310 mil) em 2020.

Wallis disse ainda que foi estuprado no ano passado. Segundo ele, depois do abuso sexual “as coisas deram um tombo”.

“Eu não estou bem”, escreveu.

O deputado confirmou ainda que, meses depois do estupro, ele se envolveu em um acidente de carro e fugiu da cena do crime.

Tanto o primeiro-ministro, Boris Johnson, quanto o líder da oposição, Sir Keir Starmer, demonstraram apoio a Wallis durante sessão do Parlamento depois de sua declaração.

Wallis assistia à sessão, quando Johnson disse: “A Câmara está com você e lhe dará o apoio que você precisa para viver livremente como você mesmo”.

Mais cedo, a deputada conservadora Andrea Leadsom confirmou que Johnson fez uma “piada despojada” na noite de terça (29) sobre a decisão do deputado e líder do Partido Trabalhista Keir Starmer de não responder se uma mulher pode ter um pênis em um debate sobre direitos trans.

Segundo ela, Johnson começou um jantar entre os parlamentares conservadores dizendo: “Boa noite, senhoras e senhores – ou, como Keir Starmer diria, pessoas a quem foi atribuído o sexo feminino ou masculino no nascimento”.

Jamie Wallis estava no jantar. O deputado do Partido Nacional Escocês (SNP), John Nicholson, disse que a piada foi “terrivelmente de mau gosto”.

Wallis foi preso no ano passado por suspeita de dirigir em condições ilegais e se envolver em um acidente. Seu carro atingiu um poste de luz em Llanblethian no País de Gales. “Quando bati meu carro no dia 28 de novembro, fugi do local. Fiz isso porque estava apavorado”, escreveu ele.

O parlamentar disse que sofria de transtorno de estresse pós-traumático (TSPT) e “sinceramente, não tenho ideia do que estava fazendo, exceto que fui dominado por uma sensação avassaladora de medo”.

A polícia de South Wales disse que o caso ainda está sob investigação.

Em um comunicado publicado na manhã desta quarta-feira (30) no Twitter, Wallis disse: “Fui diagnosticado com disforia de gênero e me sinto assim desde criança”.

“Eu não tinha intenção de compartilhar isso com vocês. Sempre imaginei que deixaria a política bem antes de dizer isso em voz alta.”

“Houve uma situação em abril de 2020, quando alguém me chantageou, me denunciou ao meu pai e enviou fotos a outros membros da família.”

“Ele queria 50 mil libras para ficar em silêncio. A polícia foi muito solidária, muito compreensiva e nesta ocasião o sistema funcionou.”

O deputado disse que o homem se declarou culpado e foi condenado a dois anos e nove meses de prisão.

“Por um tempo parecia que eu seria capaz de superar e seguir em frente. Ser um deputado e esconder algo assim sempre seria difícil, mas eu arrogantemente assumi que estava pronto para isso. Bem, eu não estou.”

Ele continuou: “Em setembro eu ‘fiquei’ com alguém que conheci online. Quando eu escolhi dizer ‘não’ após ele se recusar a usar camisinha, ele escolheu me estuprar. Eu não sou o mesmo desde esse incidente e acho que nunca vou me recuperar. Isso não é algo que dá para simplesmente esquecer, e não é algo que você consegue superar.”

Nascido em Bridgend, no País de Gales, Wallis estudou Química na Universidade de Oxford e concluiu doutorado na Universidade de Cardiff.

Foi diretor da empresa de recuperação de dados Fields Associates antes de ser eleito em 2019 para representar Bridgend como deputado na Câmara dos Comuns. Membro do Partido Conservador, ele foi o primeiro conservador em três décadas a derrotar um candidato do Partido Trabalhista na disputa pelo cargo.

“Seja você mesmo”

Wallis elogiou o posicionamento dos deputados do Partido Conservador após se assumir. “Até onde eu vi, eles fazem o seu melhor para apoiar e ajudar os deputados que estão passando por momentos difíceis.”

“Bem, eles certamente ganharam confiança comigo.”

Ele disse que o jantar com os parlamentares conservadores na noite de terça-feira ajudou que ele se lembrasse “do apoio incrível que aqueles com quem você trabalha podem dar”.

“Eu me lembrei de como é importante ser você mesmo. Eu nunca vivi minha verdade e não tenho certeza de como consegui. Acho que começarei contando para todo mundo.”

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de em foco

“País mais feliz do mundo”, Finlândia está de prontidão para eventual guerra com a Rússia; veja preparativos
Número de ucranianos que deixaram o país por causa da guerra já passa de 4 milhões
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa News