Domingo, 21 de Julho de 2024

Home Saúde Doenças respiratórias no frio: dicas para fortalecer o sistema imunológico

Compartilhe esta notícia:

A chegada da estação mais fria do ano pode trazer o aumento da incidência de doenças respiratórias, como resfriados, gripes, sinusites e bronquites. O frio, aliado à maior permanência em ambientes fechados, cria um espaço propício para a proliferação de vírus e bactérias.

Diante desse cenário, adotar medidas para fortalecer o sistema imunológico, a fim de prevenir essas doenças e manter a saúde em dia, é fundamental.

A médica pneumologista Michelle Andreata explica quais fatores propiciam a incidência dessas doenças e dá dicas de como fortalecer o sistema imunológico durante a época mais fria do ano.

A especialista conta que o ar frio e seco pode irritar as vias aéreas, facilitando a entrada de vírus e bactérias. Também há uma redução na exposição ao sol, o que diminui a produção de vitamina D, um importante modulador do sistema imunológico.

Para fortalecer o sistema imunológico durante o inverno, é fundamental manter uma alimentação balanceada, rica em frutas, legumes e verduras, que são fontes de vitaminas e minerais essenciais.

“A prática regular de exercícios físicos, um sono adequado e a manutenção de uma boa hidratação também são importantes. É recomendado evitar o tabagismo e o consumo excessivo de álcool, que podem comprometer a função imunológica”, indica a especialista.

Quanto a alimentos e suplementos que podem ajudar a melhorar a imunidade contra doenças respiratórias nesse período, a médica sugere a ingestão de alimentos ricos em vitamina C, além de fontes de zinco, carnes e leguminosas.

“Suplementos de vitamina D podem ser considerados, especialmente em pessoas com deficiência comprovada, pois essa vitamina desempenha um papel importante na resposta imunológica. No entanto, a suplementação deve ser orientada por um profissional de saúde”, alerta a profissional.

As melhores práticas para prevenir infecções respiratórias durante o inverno incluem a vacinação contra a gripe e, para aqueles que são elegíveis, a vacina contra a pneumonia.

Higienizar as mãos com frequência, evitar aglomerações, manter os ambientes bem ventilados e usar máscara em locais com alta concentração de pessoas também são medidas eficazes.

“É importante manter uma boa higiene nasal com soro fisiológico e evitar o contato próximo com pessoas infectadas. Se apresentar sintomas de infecção respiratória, vale procurar atendimento médico e seguir as orientações de isolamento para evitar a propagação de doenças”, conclui a especialista.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Saúde

Ranking lista os 10 piores pratos da culinária mundial; veja quais são
Brasileiros reclamam de serem colocados em grupos do “jogo do tigrinho” no WhatsApp; veja como se proteger
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa News