Quinta-feira, 19 de Maio de 2022

Home Brasil Embraer suspende manutenção e venda de peças para a Rússia

Compartilhe esta notícia:

A Embraer anunciou que, diante das sanções aplicadas à Rússia, suspendeu serviços de manutenção e venda de peças para clientes russos. A medida segue idêntica decisão das concorrentes Airbus e Boeing. Na Rússia, a S7, a segunda maior aérea do país, usa modelos Embraer 170 nas rotas regionais.

“A Embraer está monitorando de perto a evolução da ação e vem cumprindo, e continuará cumprindo, as sanções internacionais impostas à Rússia e a certas regiões da Ucrânia”, cita o comunicado.

Com a decisão, segundo a empresa brasileira, estão suspensos “serviços de peças, manutenção e suporte técnico para clientes afetados pelas sanções”.

A segunda maior empresa aérea russa, a S7, tem 17 modelos Embraer 170 na frota, segundo o site Plane Spotters que monitora a frota de companhias aéreas. O modelo é usado em rotas regionais e tem capacidade para 78 passageiros.

Dos aviões brasileiros na frota, 15 estão em serviço e dois não estão em uso. Os modelos brasileiros representam 16% da frota da empresa que tem 105 aviões. Todos os outros modelos da frota da S7 são da Airbus ou Boeing – fabricantes que também suspenderam manutenção e venda de peças para os russos.

Entre as demais grandes empresas, a Aeroflot, a maior aérea russa, tem 94% da frota em modelos Airbus ou Boeing. Já a terceira, a Pobeda, tem 100% da frota em modelos Boeing.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

Governo gaúcho forma 473 novos servidores penitenciários
Porto Alegre vacina mais de 60% das crianças a partir de 5 anos contra covid
Deixe seu comentário
Pode te interessar
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa Na Tarde