Domingo, 14 de Agosto de 2022

Home Tecnologia Facebook lucrou 158 milhões de reais com anúncios direcionados para contas falsas

Compartilhe esta notícia:

A Meta, holding do Facebook, lucrou US$ 30,3 milhões (R$ 158 milhões) com a exibição de publicidade para contas falsas na rede social, segundo a revista Wired – o rendimento foi obtido entre julho de 2018 e abril de 2022. Isso significa que os anunciantes perderam dinheiro, já que a publicidade não foi exibida para clientes em potencial.

O montante foi veiculado a contas falsas durante 134 campanhas publicitárias. Do total, US$ 22 milhões foram gastos em apenas 7 campanhas. A maior delas foi feita pelo Epoch Times, site ligado a grupos de extrema-direita americana, que investiu US$ 9,5 milhões.

A maior parte dos anúncios veiculados em contas falsas vieram da Rússia. Os alvos mais frequentes foram perfis dos EUA, Ucrânia e México – a maior parte dos anúncios (56%) foi veiculada em audiências domésticas, ou seja, no mesmo país em que foram criadas.

Margarita Franklin, chefe de comunicações de segurança da Meta, confirmou à revista que a companhia não devolve o dinheiro dos anúncios ao pagador quando os perfis falsos são removidos por comportamento inautêntico coordenado (CIB, na sigla em inglês).

Parte desse montante, segundo Franklin, veio de anúncios exibidos em perfis que não quebraram as regras do Facebook, mas foram publicados por organizações de marketing ou relações públicas acusadas de CIB, depois removidas da plataforma.

A revelação referente ao Facebook ocorre em um momento no qual o Twitter também é questionado sobre a parcela de contas falsas na plataforma. Após a rede social revelar que 5% da sua base é composta por contas falsas, Elon Musk suspendeu o acordo de compra da empresa. O bilionário quer mais informações sobre como perfis falsos são rentabilizados com a exibição de anúncios – a preocupação dele é de que a base de perfis falsos seja maior, o que reduz o valor da companhia.

Facebook Watch

O Facebook Watch, um aplicativo dedicado para assistir vídeos e transmissões do Facebook em TVs, parou de funcionar repentinamente na Apple TV. O que se especula é que a rede social pode ter descontinuado o app para o sistema operacional tvOS.

Embora continue disponível na App Store, onde passou a ser apresentado com um novo logotipo, o fato é que, quando instalado na Apple TV, o Facebook Watch não funciona mais, após sua atualização mais recente. Ao tentar acessar o aplicativo, os usuários recebem uma mensagem informando que o software “não está mais disponível”, mas que os vídeos podem ser assistidos diretamente no site do Facebook.

Na prática, isso significa que não há como assistir os vídeos na Apple TV, pois o tvOs não tem um navegador de web. Isso significa que, se quiser assistir aos vídeos do YouTube, o usuário terá que recorrer a algum tipo de AirPlay, que possa espelhar a tela de um dispositivo móvel para a TV.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Tecnologia

Varíola dos macacos: três erros cometidos em epidemias do passado que podem ser evitados no surto atual
Espaçonave do tamanho de um micro-ondas pode abrir caminho para estação próxima à Lua
Deixe seu comentário
Pode te interessar
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa Na Madrugada