Domingo, 22 de Maio de 2022

Home em foco Forças Armadas chinesas dizem que afastaram navio de guerra norte-americano no Mar do Sul da China; os EUA negam

Compartilhe esta notícia:

As Forças Armadas chinesas afirmaram ter perseguido, alertado e afastado um navio militar dos Estados Unidos que adentrou águas próximas das Ilhas Paracel, no Mar do Sul da China.

O anúncio foi feito na quinta-feira (20), mas a Marinha norte-americana negou que o USS Benfold tenha saído da rota por causa do alerta chinês.

O Comando do Setor Sul do Exército de Libertação Popular da China afirmou que a embarcação de guerra entrou “ilegalmente” em águas territoriais chinesas sem permissão, violando a soberania do país, e que forças navais e aéreas chinesas seguiram o navio.

“Exigimos solenemente que os Estados Unidos parem imediatamente com tais ações de provocação, senão serão responsáveis pelas consequências sérias de eventos imprevisíveis”, afirmou o comando chinês.

Versão do EUA

“A nota da República Popular da China sobre essa missão é falsa”, disse Mark Langford, porta-voz da 7ª Frota, que faz parte da Marinha dos EUA no Oceano Pacífico.

Apesar de a Marinha norte-americana negar que o USS Benfold se afastou por conta do alerta, ela deu a entender que o navio estava operando na área, dizendo que a missão refletia o comprometimento do país para defender a liberdade de navegação no Mar do Sul da China.

O navio militar estava conduzindo o que os EUA chamam de uma “operação de liberdade de navegação”. A Marinha do país realiza frequentemente missões desse tipo no Mar do Sul da China, área que é disputada por várias nações, para desafiar as reivindicações territoriais chinesas.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de em foco

Governo brasileiro revoga restrições a voos de países africanos
Municípios gaúchos afetados pela estiagem podem se candidatar a receber poços e microaçudes até esta segunda-feira
Deixe seu comentário
Pode te interessar
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa Bom Dia