Quarta-feira, 29 de Maio de 2024

Home em foco Futuro ministro da Justiça diz que previsão é de fechar equipe do ministério até o dia 20, incluindo a direção da Polícia Rodoviária Federal

Compartilhe esta notícia:

O futuro ministro da Justiça, Flávio Dino, afirmou nessa quarta-feira (14), que sua previsão é fechar a equipe da pasta até o dia 20, incluindo a direção da Polícia Rodoviária Federal (PRF). Até o momento, o presidente eleito só definiu o futuro diretor-geral da Polícia Federal (PF), o delegado Andrei Rodrigues.

Em relação aos protestos violentos em Brasília (DF) promovidos por bolsonaristas na noite da última segunda-feira (12), Dino falou em avanços e voltou a garantir que, se nada acontecer até dia 31 de dezembro, a partir de janeiro, o novo governo vai trabalhar pela responsabilização dos envolvidos.

“Estamos avançando, tanto na Polícia Civil do DF, quanto na nossa equipe. Então, tanto no que se refere a inquéritos na Polícia Civil do DF quanto no que se refere a novos pedidos que a equipe da segurança presidencial vai fazer”, declarou Dino ao chegar à solenidade de posse do ministro Bruno Dantas na presidência do TCU.

Número 2

Dino anunciou na noite dessa quarta a escolha de Ricardo Cappelli para ser seu secretário-executivo na pasta da Justiça. Segundo o futuro ministro pelo Maranhão, a expectativa é definir todos os nomes do ministério até a próxima semana.

O jornalista Ricardo Cappelli foi secretário de comunicação do futuro ministro no governo do Maranhão. Outro anúncio feito por Dino é Marivaldo Pereira, que assumirá a Secretaria de Acesso à Justiça. O cargo será criado na nova gestão da pasta.

“Posso adiantar para vocês que teremos a presença na equipe do Marivaldo, pessoa muito conhecida, muito experiente do MJ (ministério da Justiça) em várias gestões. Ele vai ser o secretário de Acesso à justiça, que é uma secretaria nova que estamos criando, que vai ser a face de interlocução com movimento social”, afirmou Dino.

Pereira foi secretário-executivo da Justiça durante a gestão da ex-presidente Dilma Rousseff (PT). Filiado ao PSol, ele também integrou parte do grupo de trabalho da Justiça e Segurança Pública na transição. Pereira também chefiou a Secretaria de Reforma do Judiciário e foi subchefe adjunto para Assuntos Jurídicos da Casa Civil no segundo mandato de Lula.

Flávio Dino foi eleito senador pelo Maranhão no pleito deste ano, mas foi escalado para assumir assumir o Ministério da Justiça. Desta forma, seu lugar no Senado ficará com a suplente, Ana Paula Lobato (PSB).

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de em foco

Bruno Dantas assume a presidência do Tribunal de Contas da União em cerimônia com Lula, Arthur Lira, Alexandre de Moraes, Rodrigo Pacheco e Paulo Guedes
Lula convida Josué Guimarães, atual presidente da Federação das Indústrias de São Paulo, para assumir ministério
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Show de Notícias