Quarta-feira, 29 de Maio de 2024

Home em foco Lula convida Josué Guimarães, atual presidente da Federação das Indústrias de São Paulo, para assumir ministério

Compartilhe esta notícia:

Cotado para integrar o futuro governo, o empresário Josué Gomes se reuniu nessa quarta-feira (14) em Brasília (DF) com o presidente eleito Lula (PT). O encontro aconteceu no hotel onde Lula está hospedado na capital federal. Nem o presidente eleito, nem Josué Gomes falaram com a imprensa após a reunião.

Atual presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Josué Gomes é filho do ex-vice-presidente da República José Alencar, que faleceu em 2011, aos 79 anos. Zé Alencar foi vice-presidente nos dois mandatos de Lula (2003-2010).

A colunista do g1 Andréia Sadi informou que, na equipe de transição de governo, há quem defenda que Josué Gomes assuma o futuro Ministério da Indústria ou o comando da Petrobras.

A recriação do Ministério da Indústria, extinto no governo Jair Bolsonaro, está em estudo pela equipe de transição. A ideia é dividir o atual Ministério da Economia em três:

— Economia (ou Fazenda);
— Planejamento;
— Indústria e Comércio.

Se confirmada a nova configuração, será retomado o desenho que já havia vigorado nos primeiros mandatos de Lula.

Até agora, nos ministérios da área econômica, Lula oficializou somente o nome do ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad para a Economia. Há expectativa de que nos próximos dias Lula confirme os demais nomes.

Na Fiesp, Josué está sob pressão de sindicatos que marcaram uma assembleia que pode levar à queda dele do cargo. A oposição a Josué é liderada por Paulo Skaf, apoiador do presidente Jair Bolsonaro.

A nomeação para ministérios pode ser feita diretamente por Lula. Já o presidente da Petrobras é indicado pelo governo, mas depende de aprovação do conselho de administração da estatal.

O ex-ministro Aloizio Mercadante (PT) chegou a ser cotado para chefiar a estatal, mas, atualmente, seu nome é o favorito para comandar o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Inclusive, ele tem sondado nomes para compor sua diretoria. Entre os cotados estão o economista Nelson Barbosa e Márcio Lacerda.

Novos nomes

Segundo o blog de Andréia Sadi, nesta semana, Lula deve anunciar novos nomes para o seu ministério e órgãos do governo. Veja os cotados:

— Ministério da Saúde: Nísia Trindade, presidente da Fiocruz;
— Ministério da Cultura: Margareth Menezes, cantora;
— Ministério do Planejamento: Bernardo Appy, economista, ou Esther Duek, economista;
— Secretaria-Geral da Presidência: Márcio Macedo;
— Ministério do Desenvolvimento Social: Simone Tebet, senadora (MDB-MS);
— Planejamento: Wellington Dias, senador (PT-PI);
— Ministério dos Direitos Humanos ou Ministério das Mulheres: Anielle Franco, integrante da equipe de transição e irmã de Marielle Franco, ex-vereadora assassinada no Rio.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de em foco

Futuro ministro da Justiça diz que previsão é de fechar equipe do ministério até o dia 20, incluindo a direção da Polícia Rodoviária Federal
Em entrevista, futuro ministro da Fazenda dá sinal de responsabilidade fiscal
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Show de Notícias