Sábado, 21 de Maio de 2022

Home em foco Gilmar envia à Procuradoria-Geral da República pedido para investigar o ministro da Saúde por “apagão” de dados da covid

Compartilhe esta notícia:

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), abriu prazo para a Procuradoria-Geral da República (PGR) se manifestar sobre um pedido de deputados petistas para investigar o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, pelo ‘apagão’ de dados na pandemia.

A plataforma que recebe dados epidemiológicos da covid-19 levou mais de um mês para ser restabelecida desde o ataque hacker sofrido em dezembro. A instabilidade ocorreu em meio ao avanço da variante ômicron no Brasil e ao surto de influenza H3N2.

A petição é assinada pelos deputados Gleisi Hoffmann (PR), Alexandre Padilha (SP), Bohn Gass (RS) e Reginaldo Lopes (MG). Os petistas defendem que a Queiroga seja responsabilizado por infração de medida sanitária preventiva. Também sugerem que o ‘apagão’ de dados pode ser fruto de uma ‘ação política, ideológica e negacionista deliberada, visando esconder a real situação sanitária’ do País.

“O Ministério da Saúde não consegue há várias semanas apresentar dados estatísticos confiáveis acerca da realidade sanitária atual, dificultando ou mesmo inviabilizando que a sociedade brasileira saiba qual é a real situação epidemiológica no País. Trata-se de uma situação de extrema gravidade”, escreveram ao STF.

Relator da ação, Gilmar Mendes chegou a usar as redes sociais para defender que o restabelecimento dos sistemas do Ministério da Saúde fosse ‘tratado como prioridade’. O ministro também destacou que a falta de dados consolidados sobre o avanço do novo coronavírus ‘inviabiliza’ o enfrentamento da pandemia.

“O restabelecimento dos sistemas de atualização dos boletins epidemiológicos deve ser tratado como prioridade. Há semanas os Estados e Municípios enfrentam dificuldades em informar os casos de contaminação e de internação. O #ApagaoNaSaude inviabiliza o enfrentamento da pandemia”, escreveu na ocasião.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de em foco

Chefe de hospitais de Paris sugere cobrar gastos de pacientes que não se vacinaram
Polí­cia de Londres é acu­sada de ten­tar aba­far rela­tó­rio sobre fes­tas do primeiro-ministro do país
Deixe seu comentário
Pode te interessar
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa News