Segunda-feira, 26 de Fevereiro de 2024

Home em foco Grupo espalha “miguelitos” em rodovia de Santa Catarina; Polícia Rodoviária Federal em ato terrorista

Compartilhe esta notícia:

Um grupo colocou fogo em pneus, jogou centenas de “miguelitos” pela via e bloqueou um trecho da BR-470 em Ibirama, no Vale do Itajaí, na noite da última quarta-feira (14). A Polícia Rodoviária Federal (PRF) afirmou, em comunicado, que foi “informada que estava acontecendo ato terrorista” no trecho. Ninguém foi preso ou identificado.

Essa é a segunda vez que a PRF precisou recolher os artefatos, que são pregos retorcidos usados para furar pneus, espalhados nas rodovias. O primeiro caso ocorreu em 21 de novembro, quando o órgão emitiu uma nota afirmando que envolvidos em bloqueios ilegais usaram métodos terroristas e que lembravam black blocs.

A ocorrência de pneus queimados na noite de quarta aconteceu por volta das 20h30, no km 110. Uma viatura da PRF que se deslocava até o local do bloqueio encontrou os artefatos no km 116. Por 6 quilômetros, em velocidade baixa, os objetos foram sendo recolhidos.

No km 110, o Corpo de Bombeiros foi chamado e apagou o incêndio.

Na terça-feira (13), dois trechos da BR-101 já haviam sido bloqueados durante a madrugada por bolsonaristas contrários aos resultados das eleições.

O primeiro caso ocorreu por volta da 0h20 em Palhoça, na Grande Florianópolis. Em Balneário Camboriú, no Norte, a interrupção aconteceu à 1h40.

Nessa quinta-feira (15), a Polícia Federal, cumpria 15 mandados de busca no Estado contra bloqueios de rodovias após a proclamação do resultado das eleições. Os alvos foram apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (PL) suspeitos de organizar atos em Santa Catarina e em outros locais do País.

No Estado, desde 30 de outubro, horas após o resultado oficial do segundo turno, atos antidemocráticos, com manifestantes contrários os resultados das eleições, são registrados. Alguns deles foram apontados pela PRF como terroristas e que lembraram black blocs.

Policiais rodoviários levaram golpes de barras de ferro em um bloqueio bolsonarista. O caso é investigado como tentativa de homicídio.

No País, são mais de 100 mandados. Também foram autorizados bloqueio de contas dos investigados e quebra do sigilo bancário. Policiais também fazem ações no Acre, Amazonas, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraná e Distrito Federal.

Atos antidemocráticos

Desde o fim de outubro o Estado tem registrado bloqueios ilegais e atos antidemocráticos. Nas estradas, foram mais de 70 pontos de interrupções ilegais simultâneas. Crianças chegaram a ser usadas como “escudo” humano nas rodovias.

Alguns dos atos ainda seguem ocorrendo, mais de 40 dias após as eleições. Grupos montaram acampamentos na frente de unidades do Exército, exigindo intervenção das Forças Armadas, o que é anticonstitucional.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de em foco

Presidente da Câmara diz que PEC da Transição será votada na terça-feira
Ministro Alexandre de Moraes manda prender 4 pessoas e ordena uso de tornozeleira para dois deputados no Espírito Santo
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Atualidades Pampa